Topo

Brasileirão - 2019


Corinthians pressiona e derrota o CSA por 1 a 0 com gol de Love

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

14/07/2019 18h00

O Corinthians confirmou o favoritismo e derrotou o vice-lanterna CSA por 1 a 0 hoje (14), na Arena, em São Paulo. Depois de muita pressão, o Alvinegro garantiu os três pontos com o gol de Vagner Love, aos 32 minutos do segundo tempo. O atacante se redimiu de boa oportunidade que havia perdido na etapa inicial.

A vitória foi a primeira do time de Fábio Carille no Campeonato Brasileiro desde o 1 a 0 no clássico com o São Paulo, no dia 26 de maio. Agora, o Corinthians soma 15 pontos, na oitava posição. Já o CSA permanece em penúltimo, com 6.

Como era de se esperar, o Corinthians buscou o gol desde o início, enquanto o adversário apostava no contragolpe. Depois de muito tentar, conseguiu furar a defesa com Love. Na próxima rodada, o Corinthians recebe o Flamengo, no domingo (21). O CSA enfrenta o Athletico-PR, no Rei Pelé, em Maceió, no sábado (20).

Quem foi bem do Corinthians

Fagner foi um dos destaques positivos do Alvinegro. O lateral era serviu bem os companheiros e ganhou a maior parte dos duelos com os rivais.

Quem foi bem do CSA

O goleiro Jordi foi o destaque positivo do CSA. O arqueiro fez diversas defesas no primeiro tempo. No segundo, salvou o que seria o primeiro gol do Corinthians em cobrança de falta de Sornoza.

Quem foi mal do Corinthians

Pedrinho ficou aquém do esperado. Apesar de ter feito uma boa jogada no primeiro tempo, mostrou dificuldade para dar sequência aos lances e produziu pouco.

Quem foi mal do CSA

Camisa 10 do CSA, Nilton, que já jogou pelo Corinthians, não teve boa atuação. Precisou se desdobrar na marcação, recebeu um cartão amarelo e foi substituído ainda no intervalo.

Daniel Vorley/AGIF
Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Atuação do Corinthians

Diferente de sua postura habitual, o time de Fábio Carille buscou o ataque desde o início do confronto. A maior parte das jogadas era pelo lado direito, com Fagner. O repertório corintiano também teve lances em alta velocidade, com Pedrinho, e chutes de fora da área, com Ralf e Sornoza. No segundo tempo, com pressão constante, finalmente furou a defesa do CSA após Love mandar um chute forte de perna direita. Logo após o gol, Carille promoveu a entrada do volante Gabriel, e deu tranquilidade ao meio de campo, que passou a se preocupar mais com a marcação.

Atuação do CSA

Ciente de que tem uma equipe inferior tecnicamente e atuando fora de casa, o time alagoano adotou uma postura defensiva e apostou apenas nos contragolpes. Na criação, o CSA se mostrou muito dependente também de Jonatan Gómez. A equipe ainda conseguiu segurar o ataque corintiano o quanto foi possível, mas viu Love furar a defesa. Atrás no placar, tentou correr atrás do prejuízo, mas viu um Corinthians bem postado, com um volante a mais, após a entrada de Gabriel.

Daniel Vorley/AGIF
Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Cronologia do jogo

Empurrado pela torcida, o Corinthians dominou todas as ações nos primeiros instantes do jogo. Aos 17 minutos, Clayson teve uma boa chance, quando dentro da área chutou para a boa defesa de Jordi. Apesar de cair um pouco de rendimento, o Alvinegro seguiu mais perigoso no primeiro tempo.

A melhor oportunidade acabou desperdiçada por Vagner Love, aos 38. Pedrinho puxou o contragolpe e tocou para o atacante, que livre de marcação tentou mandar na saída do arqueiro, mas a defesa adversária afastou. No finalzinho, Ralf ainda arriscou chute de fora da área, mas o arqueiro fez a defesa e a bola bateu na trave antes de sair.

O Corinthians seguiu com mais volume de jogo no segundo tempo. Para tentar dar mais força ao meio de campo, Carille promoveu a entrada de Régis no lugar de Ralf durante o segundo tempo. Faltava, porém, acertar a finalização. Quando foi bem, como em cobrança de falta de Sornoza, aos 20, Jordi trabalhou bem. No último lance antes de deixar o campo, Vagner Love se redimiu e conseguiu garantir a vitória corintiana. Após passe de Boselli, o atacante mandou uma bomba de perna direita, sem chances para o goleiro rival.

Médica em ação

Pela primeira vez em sua história, o Corinthians teve uma médica em sua delegação durante uma partida oficial. Ana Carolina Ramos Côrte foi responsável por trabalhar com a equipe durante o confronto de hoje (14).

Daniel Vorley/AGIF
Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Estreias

A partida marcou a estreia do técnico Argel Fucks à frente do CSA. O comandante passou boa parte do confronto agitado, passando instruções para os jogadores. Pelo lado do Corinthians, o duelo foi o primeiro de Gil em sua nova passagem no clube. O zagueiro estava no Shandong Luneng, da China, desde 2016.

UOL
Imagem: UOL

Torcida do CSA marca presença

Mesmo fora de casa, o CSA teve o apoio de sua torcida. Cerca de 300 pessoas foram para a Arena para tentar empurrar o time alagoano na capital paulista.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 x 0 CSA

Data: 14 de julho de 2019, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Arena Corinthians
Competição: Campeonato Brasileiro, décima rodada
Árbitro: Wagner Reway (PB)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Cleriston Barreto Rios (SE)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Público: 33.952 pessoas
Renda: R$ 1.392.676,36 milhões

Cartões amarelos: Fagner e Sornoza (Corinthians); Nilton, Ricardo Bueno, Cassiano e Alan Costa (CSA)

GOL: Vagner Love aos 33 minutos do segundo tempo (Corinthians)

Corinthians: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf (Régis), Júnior Urso e Sornoza; Pedrinho (Boselli), Clayson e Vagner Love (Gabriel)
Técnico: Fábio Carille

CSA: Jordi; Celsinho (Cassiano), Alan Costa, Luciano Castán e Rafinha; Naldo, Nilton (Jean Cléber), Jonatan Gómez (Victor Paraíba) e Apodi; Ricardo Bueno e Alecsandro
Técnico: Argel Fucks