Topo

Futebol


Grêmio apela até a Everton, mas empata com CSA em jogo cheio de erros

Do UOL, em Porto Alegre

29/07/2019 21h58

CSA e Grêmio empataram em 0 a 0 hoje (29), em Alagoas, no encerramento da décima segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O confronto no estádio Rei Pelé ficou marcado pelos erros incríveis de lado a lado. O time gaúcho chegou a apelar a Everton, principal jogador gremista na temporada, mas nem assim foi capaz de fazer o mínimo para vencer.

Com o resultado, o CSA chega a sete pontos e o Grêmio acumula 16. O time alagoano continua com apenas uma vitória no Brasileirão.

Na próxima rodada o CSA visita o Vasco, às 19h (horário de Brasília) de domingo. O Grêmio recebe a Chapecoense na segunda-feira. Antes disso, o time de Renato Gaúcho vai ao Paraguai encarar o Libertad na segunda partida das oitavas de final da Libertadores.

A partida em Maceió teve baixo nível técnico. Com apenas um titular desde o início (Geromel, suspenso na Libertadores, reforçou a equipe) o Grêmio demonstrou falta de entrosamento. Quando teve a chance para decidir na individualidade, errou feio.

O CSA se desorganizou ao longo do encontro e parou na falta de fôlego e qualidade.

Quem foi bem: Darlan

Volante adicionou intensidade, foi bem na marcação e também contribuiu em pequenas doses com o ataque. Foi dele o grande lançamento para Pepê ter a melhor chance de gol da noite.

Quem foi mal: Pepê

Meia-atacante teve chance cara a cara com o goleiro no segundo tempo e errou ao tentar dar cavadinha. Um erro crasso de Pepê que irritou Renato Gaúcho à beira do gramado.

Rafael Galhardo é improvisado e Twitter não perdoa

O lateral direito foi escalado como meia, aberto pelo flanco, e os gremistas não gostaram. Galhardo foi alternativa encontrada por Renato Gaúcho para agregar bola parada e cruzamentos ao time de reservas. O elenco carente de opções para a função é o argumento.

Juninho Capixaba erra cobrança de lateral

Os erros se acumularam nos dois lados. E foram equívocos muito marcantes. Em um deles, Juninho Capixaba não conseguiu cobrar arremesso lateral. Claro que o lance virou meme.

Grêmio reclama e CSA resolve problema com uniformes

O Grêmio reclamou da combinação dos uniformes segundos antes de a bola rolar. Renato Gaúcho chegou a conversar com a arbitragem e o time gaúcho ensaiou ida ao vestiário para trocar de roupa. A tentativa foi abortada e o problema só foi resolvido no intervalo.

"A nossa camisa é branca, a camisa deles é azul e branca. Tentei trocar pela preta, mas só veio a nossa tricolor. Eles disseram que depois vão trocar", disse Renato ao Premiere. No segundo tempo, o CSA jogou com camisa toda azul e minimizou o conflito.

CSA fica com a bola, mas cria pouco

O time alagoano conseguiu algo raro no primeiro tempo: teve mais posse de bola que o Grêmio. O problema é que todo esse período com a bola nos pés não virou vantagem. O domínio territorial foi em inócuo e somente uma boa chance foi criada - em chute de longe.

Grêmio faz jogo na base da individualidade

A formação reserva fez o Grêmio correr muito, mas produzir pouco. Darlan e Diego Tardelli se esforçaram e agregaram intensidade, porém foi insuficiente para o time assustar o CSA. No segundo tempo a atuação gremista foi mais aguda e aí os erros ficaram cristalinos. Tardelli, Luan e Pepê erraram muito. Everton foi a campo com 25 minutos da etapa final e agregou velocidade. Sozinho, porém, o camisa 11 não foi capaz de salvar a atuação da equipe.

FICHA TÉCNICA
CSA 0 X 0 GRÊMIO

Data e hora: 29/07/2019 (segunda-feira), às 20h (horário de Brasília)
Local: estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Kleber Lúcio Gil (SC)
Árbitro de vídeo: Márcio Henrique de Gois (SP)
Cartões amarelos: Luciano Castán, Ricardo Bueno, Didira (CSA); Paulo Miranda, Juninho Capixaba (GRE)

CSA: Jordi; Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán e Carlinhos; Nilton (Naldo), João Vitor (Jean Kleber), Jonatan Goméz e Didira; Maranhão (Rodolfo Gamarra) e Ricardo Bueno
Técnico: Argel Fucks

GRÊMIO: Julio César; Léo Moura, Geromel, Paulo Miranda e Juninho Capixaba; Rômulo, Darlan, Rafael Galhardo (Everton), Luan (Da Silva) e Pepê; Diego Tardelli (Patrick)
Técnico: Renato Gaúcho

Mais Futebol