Topo

Futebol


Vasco e CSA empatam e seguem na parte de baixo da tabela do Brasileiro

Do UOL, no Rio de Janeiro

04/08/2019 21h05

Em partida com poucas emoções, Vasco e CSA empataram em 0 a 0 hoje (4) no estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES), pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, ambas as equipes seguiram na parte de baixo da tabela da competição.

O Cruzmaltino se encontra na 15ª colocação com 14 pontos. Já o time alagoano segue na penúltima posição com apenas oito pontos.

Na próxima rodada o Vasco enfrenta o Goiás, dia 11, em Goiânia. Já o CSA recebe o Fortaleza no dia seguinte.

Vasco reclama de pênalti

Um lance no fim da partida gerou muita reclamação por parte do Vasco. Valdívia fez um cruzamento da direita e a bola bateu no braço direito de Naldo. A arbitragem conversou entre si, mas decidiu não chamar o VAR, o que irritou os vascaínos.

CSA dá trabalho a Fernando Miguel

Se enganou quem achou que o CSA entraria em campo somente para se defender. O time do técnico Argel Fucks foi para cima do Vasco e criou as melhores oportunidades da etapa inicial. Na primeira, Apodi arriscou de fora da área com perigo, Fernando Miguel tentou encaixar, não conseguiu e precisou fazer a defesa em dois tempos. Na segunda, Jonatan Gomez pegou a sobra de uma cobrança de lateral e soltou a bomba para grande defesa do goleiro vascaíno.

Treinadores sofrem com a distância

Os treinadores Vanderlei Luxemburgo e Argel Fucks sofreram para se comunicar com os jogadores por conta da distância da área técnica do estádio Kléber Andrade para o gramado. O local fica próximo a linha de fundo.

Irmãos Castan duelam pela 1ª vez

O jogo marcou o duelo entre os irmãos Leandro Castan, do Vasco, e Luciano Castan, do CSA. Ambos tiveram atuações seguras e Leandro chegou a se arriscar algumas vezes no ataque. No intervalo eles trocaram de camisa e se abraçaram. O vascaíno tem 32 anos. Já o jogador do time alagoano tem 29.

O melhor - Talles Magno não sente a pressão

Com apenas 17 anos, Talles Magno foi titular pela primeira vez no Vasco e não sentiu a responsabilidade. O garoto foi para cima do CSA e criou as melhores oportunidades do Cruzmaltino, além de alguns lances de plasticidade, como um toque de calcanhar e um drible desconcertante em Apodi na linha de fundo.

O pior - Bruno César não dá fluidez

Com a missão de organizar as jogadas do Vasco pela direita, Bruno César não conseguiu ter o mesmo desempenho das últimas partidas e não deu fluidez ao ataque, sendo substituído logo no início do segundo tempo por Tiago Reis.

Faltou luz

O estádio Kléber Andrade sofreu uma queda de energia aos 31 minutos do segundo tempo e paralisou a partida por 13 minutos até os refletores serem restabelecidos. Ironicamente, o jogo foi disputado em Cariacica justamente porque os refletores do estádio de São Januário estão sendo reformados.

Nilton e Argel discutem

O volante Nilton discutiu com o técnico Argel Fucks quando foi substituído no segundo tempo. De acordo com a reportagem da TV Globo, o jogador, chorando, teria dito: "Ele me tira todo jogo". Já o treinador teria justificado dizendo que ele estava atuando no sacrifício.

Vasco tem dificuldades para furar bloqueio

O Vasco teve dificuldades para propor o jogo contra o CSA. O meio de campo não teve muito a posse de bola, e a equipe forçou muito as bolas alçadas na área sem muita efetividade, levando perigo somente nas jogadas individuais de Talles Magno.

CSA reativo

O técnico Argel Fucks colocou em campo um CSA com uma proposta reativa, esperando o Vasco em seu campo para construir as jogadas de ataque. O time explorou bastante a velocidade de Apodi pela direita e o lateral esquerdo Henrique teve dificuldades para marcá-lo.

Carinho da criançada

Antes de a bola rolar, a criançada fez a festa no túnel de acesso ao gramado do estádio Kléber Andrade:

VASCO 0 X 0 CSA
Local:
Kléber Andrade, Cariacica (ES)
Hora: 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Eduardo Gonçalves da Cruz (MS)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizzo Ferreira (SP)
Cartões amarelos: Oswaldo Henríquez, Marcos Júnior, Talles Magno, Leandro Castan (VAS); João Vítor (CSA)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Nenhum

Vasco
Fernando Miguel, Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez, Leandro Castan e Henrique; Richard, Raul (Valdívia) e Marquinho (Marcos Júnior); Bruno César (Tiago Reis), Marrony e Talles Magno
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CSA
João Carlos; Apodi, Alan Costa, Luciano Castan e Carlinhos; Nilton (Jean Cléber), João Vitor, Jonatan Gómez e Didira (Dawhan); Maranhão e Alecsandro
Técnico: Argel Fucks

Mais Futebol