Topo

Segunda do Vasco tem luto, pagamento de atrasados e greve de professores

Alunos do Colégio Vasco da Gama estão sem aulas por conta de luto e greve dos professores - Carlos Gregório Júnior / Site oficial do Vasco
Alunos do Colégio Vasco da Gama estão sem aulas por conta de luto e greve dos professores Imagem: Carlos Gregório Júnior / Site oficial do Vasco

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

05/08/2019 16h58

A segunda-feira (5) foi agitada no Vasco. Logo nas primeiras horas da manhã, o clube recebeu a triste notícia do falecimento do ex-presidente Antônio Soares Calçada, de 96 anos, em decorrência de uma infecção abdominal. O fato fez com que o Cruzmaltino decretasse três dias de luto e suspendesse as aulas do colégio Vasco da Gama. Antes disso, porém, os professores já haviam entrado em greve por conta de salários atrasados.

Há de se ressaltar, todavia, que também hoje (5) o Vasco pagou o mês de maio a 227 funcionários que recebem até R$ 1.500 e que já estavam três meses sem receber.

Vale lembrar que em junho deste ano funcionários já haviam feito uma greve contra os salários atrasados onde protestaram na entrada social de São Januário e chegaram a cortar a energia do clube.

O Vasco ainda tenta captar um empréstimo de R$ 20 milhões aprovado no Conselho Deliberativo para equacionar as dívidas com funcionários e jogadores.