Topo

Brasileirão - 2019


VAR para de funcionar e atrasa decisão do árbitro em Goiás x Vasco

Reprodução/PFC
Imagem: Reprodução/PFC

Do UOL, em São Paulo

11/08/2019 20h55

O Goiás recebeu o Vasco no Serra Dourada hoje (11) pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Um lance inusitado marcou o segundo tempo da partida. O árbitro Jean Pierre Lima foi chamado pelo VAR para rever uma jogada no monitor, mas este estava desligado. Um funcionário do estádio teve que entrar em ação para resolver o problema e evitar que a decisão levasse muito mais tempo.

O lance aconteceu no segundo tempo da partida, quando Richard, meio-campista vascaíno sofreu uma falta mais dura do atacante Kayke, que, a princípio, foi punido com o cartão amarelo. O VAR entendeu que a jogada poderia ser de cartão vermelho e chamou o árbitro de campo para ver as imagens no monitor.

Jean Pierre Lima se dirigiu à tela para rever a jogada, mas ela estava desligada, sem um motivo aparente. Rapidamente, um funcionário do Serra Dourada se dirigiu à cabine, mexeu no cabeamento da TV e usou um controle remoto para reiniciar o aparelho.

Com tudo funcionando normalmente, Jean Pierre Lima reviu a jogada por diferentes ângulos, mas manteve sua decisão, deixando Kayke com o cartão amarelo.
Sandro Meira Ricci, comentarista de arbitragem do Grupo Globo, concordou com a decisão de Jean Pierre. Para o ex-árbitro, o lance era interpretativo e intenso, mas não apresentava indícios de maldade ou intenção de machucar o adversário.

Os comentaristas Paulo Nunes e Ana Thaís Matos, na transmissão do jogo, também elogiaram o árbitro, ressaltando que mesmo revendo as imagens com a sugestão do VAR de que o lance poderia ser para expulsão, ele mostrou personalidade para manter sua decisão inicial.