Topo

Esporte


Brasileiros gringos ajudam nas primeiras goleadas da Copa do Mundo de futsal

AFP PHOTO/PORNCHAI KITTIWONGSAKUL
Brasileiro Saad Assis comemora um de seus dois gols na estreia italiana Imagem: AFP PHOTO/PORNCHAI KITTIWONGSAKUL

Do UOL, em São Paulo

2012-11-02T18:53:51

02/11/2012 18h53

Depois de um primeiro dia com placares mais “econômicos”, as primeiras goleadas surgiram nas estreias das equipes dos grupos B e D da Copa do Mundo de futsal da Tailândia. E o placar mais elástico do dia teve contribuição importante de brasileiros naturalizados italianos. A seleção europeia venceu a Austrália por 9 a 1, com sete gols de jogadores nascidos no Brasil.

Considerada uma das seleções favoritas ao título do Mundial, os italianos não deram nenhuma chance para a Austrália, time formado por jogadores amadores, entre eles um brasileiro, Fernando de Moraes, e golearam pelo Grupo D do torneio.

O ala Saad Assis foi o grande destaque, com dois gols. Além dele, Gabriel Lima, Marcio Forte, Humberto Honório, Rodolfo Fortino e Alex Merlin também balançaram as redes.

Com 16 jogadores nascidos no Brasil atuando por outras seleções na Copa do Mundo de futsal, a Itália é quem conta com o maior contingente de brasileiros: sete.

A outra goleada do dia não contou com a ajudinha dos brazucas. O Panamá conseguiu uma reação impressionante após sair perdendo por 3 a 0 para o Marrocos, mas marcou no fim da etapa inicial e depois mais sete vezes após o intervalo para vencer por 8 a 3, na estreia das duas seleções em uma Copa do Mundo.

Outra vitória incontestável foi a da Argentina sobre o México. A seleção sul-americana atropelou o adversário ao abrir 5 a 0. Os mexicanos só diminuíram nos acréscimos e a partida terminou com um 5 a 1 no placar.

CANDIDATA AO TÍTULO E RIVAL BRASILEIRA, ESPANHA EMPATA COM O IRÃ

  • A Espanha é considerada por todos como a maior adversária do Brasil na Copa do Mundo de futsal, disputada na Tailândia, porém, os atuais vice-campeões não foram bem na estreia. A Fúria parou no Irã, maior potência asiática no esporte, e só empatou por 2 a 2. O time espanhol saiu na frente com dois gols no primeiro tempo, com Miguelin e Lozano, mas a equipe iraniana conseguiu o empate na etapa final, com gols de Daneshvar e Tayebi. Duas vezes campeã, a Espanha perdeu para o Brasil na decisão da Copa de 2008. Já o Irã é dez vezes campeão da Ásia no esporte, mas não conseguiu subir ao pódio em Mundiais.

LESÃO DE FALCÃO NÃO É TÃO GRAVE E CRAQUE PODE JOGAR QUARTAS

  • A sexta-feira foi de boas notícias para a seleção brasileira. O ala Falcão realizou exames e foi constatado que a lesão na sua panturrilha esquerda não é tão grave quanto se imaginava e o melhor jogador do mundo pode reforçar a equipe caso ela avance para as fases eliminatórias. O prazo de recuperação é de até 15 dias, mas Falcão espera estar em quadra em uma eventual quartas de final, no dia 14 de novembro. ?Vou tratar 24 horas por dia com os fisioterapeutas no hotel, estou muito confiante. Pensando nas quartas de final, tenho 12 dias, em sete dias eu acredito que a lesão estará cicatrizada e terei cinco dias para trabalhar com bola?, disse.

Mais Esporte