Topo

MMA


No "olho do furacão", Jon Jones expõe desconforto em perguntas sobre doping

AP Photo/Julio Cortez
Jon Jones empurra Alexander Gustafsson em um dos eventos de promoção do UFC Imagem: AP Photo/Julio Cortez

Vinicius Castro

Do UOL, em Los Angeles (EUA)

29/12/2018 12h00

Principal nome do UFC 232, Jon Jones entra com responsabilidade extra no octógono neste sábado (29). Basta lembrar que o evento foi transferido de Las Vegas para Los Angeles por conta de um teste antidoping que encontrou resquícios do esteroide turinabol no organismo do lutador meio-pesado. A semana foi quase toda voltada para ele, que está no "olho do furacão" e tem a responsabilidade de se apresentar bem diante do sueco Alexander Gustafsson

O norte-americano enfileira polêmicas recentes. Uso de drogas, doping, punições. Se é genial no octógono, Jones não se mostra tão genial fora dele. E, por vezes, tem dificuldade em lidar com os questionamentos, principalmente quando está inteiro no foco, caso mais do que específico no UFC 232.

Ainda que tenha a característica de tentar passar que nada o incomoda, "Bones" se irrita quando colocado contra a parede. Um card inteiro mudou de local por sua causa e, claro, foi o tema da semana e do dia de entrevistas do evento em Los Angeles.

Ali, Jon Jones respondeu de forma atravessada algumas perguntas e protagonizou momento delicado ao ofender uma jornalista durante a coletiva de imprensa. Ela o questionou sobre o doping, da mesma forma que fez ao presidente da franquia Dana White. 

Jones respondeu: "Sente-se. Alguém pegue o microfone dela. Melhores perguntas. Melhor jornalismo. Você é um saco. Você está ouvindo?".

A cena, obviamente, foi reprovada por todos. Até por Dana White, que o repreendeu para que deixasse a jornalista perguntar. No entanto, o chefe também não respondeu ao questionamento.

Não é a primeira vez que Jon Jones expõe a fragilidade por ser um personagem envolto em polêmicas e que tem dificuldades em falar sobre isso. As atuações no octógono costumam apagar as equivocadas ações fora dele. A dúvida é: como será depois do UFC 232?

UFC 232 
29 de dezembro de 2018, em Los Angeles (EUA)

Card principal
Meio-pesado: Jon Jones x Alexander Gustafsson
Pena: Cris Cyborg x Amanda Nunes
Meio-médio: Carlos Condit x Michael Chiesa
Meio-pesado: Ilir Latifi x Corey Anderson
Pena: Chad Mendes x Alex Volkanovski

Card preliminar
Pesado: Andrei Arlovski x Walt Harris
Pena: Cat Zingano x Megan Anderson
Galo: Douglas D'Silva x Petr Yan
Leve: B.J. Penn x Ryan Hall
Galo: Nathaniel Wood x Andre Ewell
Médio: Uriah Hall x Bevon Lewis
Médio: Curtis Millender x Siyar Bahadurzada
Galo: Montel Jackson x Brian Kelleher