Topo

Esporte


Cielo vive turbulência inédita após troca de reclusão nos EUA por Brasil

AP
CAS manteve advertência a Cielo e ele poderá nadar o Mundial a partir de sábado Imagem: AP

Do UOL Esporte

Em São Paulo

2011-07-22T07:00:00

22/07/2011 07h00

Cesar Cielo abdicou da reclusão e da infra-estrutura de Auburn, nos Estados Unidos, para treinar no Brasil. No entanto, o primeiro semestre após o retorno oficial foi marcado por turbulência inédita na carreira do nadador de 24 anos. O campeão olímpico e mundial lançou um projeto para compor equipe de elite, sofreu com entraves nos bastidores, perdeu torneio em que era considerado franco favorito e encarou 21 dias de um processo de doping.

PROGRAMAÇÃO DE CIELO NO MUNDIAL (COM OS HORÁRIOS DE BRASÍLIA)

PROVAS DE CIELOVEJA AS FINAIS
50m borboleta
(eliminatórias)
Dia 23 - a partir das 22h
50m borboleta
Dia 25 - a partir das 7h
100m livre
(eliminatórias)
Dia 26 - a partir das 22h
100m livre
Dia 28 - a partir das 7h
50m livre
(eliminatórias)
Dia 28 - a partir das 22h
50m livre
Dia 30 - a partir das 22h
4x100m livre
(eliminatórias)
Dia 23 - a partir das 22h
*Cesar Cielo deve nadar
só a final
4x100m livre
Dia 24 - a partir das 7h
4x100m medley
(eliminatórias)
Dia 30 - a partir das 22h
*Cesar Cielo deve nadar
só a final
4x100m medley
Dia 31 - a partir das 7h

A partir deste sábado, Cielo encara sua primeira grande competição após a escolha de trocar os EUA pelo Brasil. O brasileiro estreia no Mundial de Esportes Aquáticos nos 50m borboleta menos de 48h após vencer batalha no tribunal. A CAS (Corte Arbitral do Esporte) ratificou a advertência determinada pela CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) ao campeão olímpico e outros dois nadadores (Henrique Barbosa e Nicholas Santos). Com isso, o paulista de Santa Bárbara D’Oeste está livre para competir. Vinícius Waked foi o único suspenso por um ano por ser reincidente – ele cumpriu dois meses em 2009 por uso de isometepteno.

Auburn foi o reduto de Cesar Cielo nas preparações para as principais conquistas de sua carreira: o ouro olímpico nos 50m livre e os títulos mundiais nos 50m e 100m livre. No início deste ano, ele confirmou o fim da parceira com o técnico australiano Brett Hawke e a saída da cidade norte-americana. No segundo semestre do ano passado, o atleta do Flamengo já treinava no Brasil, mas não havia oficializado sua permanência em território nacional.

No mesmo dia do anúncio do ‘fico’, Cielo lançou um projeto inédito o P.R.O. 16 (Projeto Rumo ao Ouro em 2016) – iniciativa para manter sete nadadores de elite treinando em período integral com treinador fixo (Albertinho). Menos de 20 dias depois, o campeão olímpico enfrentou seu primeiro grande problema de bastidor. O Pinheiros, seu ex-clube, rejeitou a ideia de ‘dividir’ seus três atletas. O Flamengo os contratou e encerrou o impasse.

OPINIÕES SOBRE O CASO

Bacana saber que a decisão sobre o Cielo foi mantida e que ele foi apenas advertido!

Ronaldo, ex-atacante em seu Twitter

Em maio, Cielo sofreu derrota dentro da piscina. O campeão olímpico e mundial foi surpreendido pelo jovem Bruno Fratus no Troféu Maria Lenk na final dos 100m livre. E foi justamente nesta competição que ele testou positivo para a furosemida, diurético famoso por mascarar outras substâncias. O resultado só foi divulgado em 1º de julho.

Desde então, Cielo evitou a imprensa, mudou local de treino e até antecipou em um dia o embarque para a China. E ficou todo o período sem saber se poderia ou não nadar o Mundial. Com a manutenção da suspensão, ele poderá defender os títulos mundiais de 2009 nos 50m e 100m livre e poderá ‘testar’ a preparação em sua nova casa: o Brasil.

Cielo treina para o Mundial em Xangai
Veja Álbum de fotos

Mais Esporte