Topo

Esporte


Medina fala de ano intenso, elogia rivais e dedica título ao Brasil

WSL / ED SLOANE
Gabriel Medina, durante etapa de Pipeline do Circuito Mundial de Surfe Imagem: WSL / ED SLOANE

Do UOL, em São Paulo

17/12/2018 21h12

Gabriel Medina falou pela primeira vez como bicampeão mundial de surfe. Após se classificar à final de Pipeline (Havaí) e garantir o título nesta segunda-feira (17), o brasileiro comemorou a conquista e dedicou o caneco ao Brasil.

"Foi um ano intenso, estou muito feliz, eu não acho palavras, estou muito feliz, estou muito feliz de ver meus amigos e família felizes por mim. No fim do dia, é o que me faz vir aqui e dar o meu melhor. É tudo sobre o plano de Deus, eu tenho fé, eu tento meu melhor até o final. Estou muito feliz e é para você, Brasil", disse na saída do mar.

Medina também elogiou seus outros dois rivais até a última etapa, o também brasileiro Filipe Toledo e o australiano Julian Wilson. 

"Todo mundo está indo até o limite, o nível está muito alto, todo mundo me faz treinar mais e surfar mais. Essa é a minha motivação. É incrível voltar para Pipe e brigar pelo título com Julian e Filipe, os dois são grandes surfistas, pessoas e sou fã deles", afirmou.

O brasileiro voltou a dar entrevista após bater Julian na final no Havaí e também comemorou o título de uma etapa que ele ainda não havia vencido. "Ganhar o Pipe Masters é um pouco diferente, eu queria isso e trabalhei duro para conseguir. Estou muito feliz, muito obrigado. Foi uma boa final, Julian é o mais duro competidor, estávamos em um free surf, eu consegui umas boas ondas e é ótimo ser o vencedor do Pipe Masters", declarou.

Medina falou mais uma vez no pódio e agradeceu por ter o "emprego mais divertido do mundo". "É difícil de acreditar. Esse foi um ano longo, intenso, estou feliz e quero agradecer Deus. Ter essa oportunidade de viajar o mundo com família e amigos é o emprego mais divertido do mundo. É um dia especial, muito feliz de fazer tudo de novo. É difícil achar palavras", disse o bicampeão mundial, que também elogiou Julian Wilson.

"Julian é um grande competir, se não o mais duro competidor. Hoje, de novo tivemos uma bateria. Depois da bateria, agradeci por sempre levar ao limite. Filipe também é um grande surfista, está crescendo muito, eu amo assisti-los surfar. Parece estranho, mas eu gosto de vê-los", contou.

Mais Esporte