Esporte

Raonic derruba Federer em cinco sets e chega à 1ª final de Grand Slam

Do UOL, em São Paulo

08/07/2016 12h36

Em um jogo cheio de reviravoltas que durou cinco sets em Wimbledon, o canadense Milos Raonic derrotou o suíço Roger Federer nesta sexta-feira e chegou à sua primeira final de Grand Slam. O placar de 3 sets a 2 mostra da dificuldade de um jogo em que Raonic começou melhor, teve tranquilidade para superar os momentos de inferioridade e aproveitou o cansaço rival para fechar em parciais de 6/3, 6/7 (3), 4/6, 7/5 e 6/3 após três horas e 25 minutos.

Com 25 anos e atualmente na sétima colocação do ranking da ATP, Raonic conseguiu enfim superar a barreira da semifinal em Grand Slam depois de parar na fase em Wimbledon-2014 e no Aberto da Austrália-2016. Ele pode se tornar o primeiro canadense a ganhar um título de Grand Slam em simples, mas terá uma pedreira na decisão: o britânico Andy Murray, que derrotou o tcheco Thomas Berdych em sets diretos na outra semifinal.

Cansaço ajuda a derrubar Federer

Federer, que buscava pelo terceiro ano consecutivo chegar à final de Wimbledon para tentar quebrar um tabu de quatro anos sem títulos de Grand Slam, também perdeu a chance de se tornar o jogador mais velho a conquistar um título na grama londrina e se isolar como recordista do torneio. Atualmente ele está empatado com Pete Sampras com sete títulos na era moderna.

Federer chegou a ter um ótimo momento no quarto set, quando esteve próximo de quebrar o saque de Raonic – perdeu três break points. Porém, vacilou no momento decisivo e aparentou extremo cansaço no quinto, pedindo atendimento por duas vezes, uma depois de cair ao tentar alcançar uma bola do rival. Ele vinha de outra partida de cinco sets contra Marin Cilic nas quartas de final.

Reuters
Federer cai durante ponto no quinto set; suíço vinha de outro jogo de 5 sets Imagem: Reuters

1º set: Um vacilo é o suficiente

Em uma semifinal disputada na grama de Wimbledon, qualquer vacilo pode ser decisivo. Foi o que ficou provado no primeiro set. No único break point durante toda a parcial, Raonic mostrou eficiência, abriu 3 a 1 e não deu mais chances de recuperação para Federer com um aproveitamento de 71% no primeiro serviço. Foram quatro aces e apenas duas duplas faltas

2º set: Insistência também faz parte do jogo

A queda no aproveitamento de Raonic no saque (61% de aproveitamento no primeiro serviço) rendeu a Federer mais oportunidades de incomodar o saque rival. Principalmente no décimo game, quando o suíço teve 0-40 a favor e mais um break point na sequência para empatar o jogo. Mas desperdiçou as quatro chances diante de um desempenho notável do canadense, como destacou o blogueiro do UOL Esporte Alexandre Cossenza.

Mas para um jogador experiente como Federer, nada de desespero. O suíço manteve a concentração, confirmou seu saque na sequência e forçou o tie-break. Daí não teve vacilo. Após um começo equilibrado até o 3 a 3, engrenou quatro pontos seguidos para fechar em 7 a 3.

3º set: Enfim, uma quebra para Federer

Uma partida contra um exímio sacador como Raonic na grama de Wimbledon por muitas vezes vira um teste de paciência. Federer já havia mostrado essa capacidade nas quartas de final contra Cilic e voltou a apresentar nesta semifinal, quando conseguiu a primeira quebra apenas no sétimo game do terceiro set.

Tony O'Brien/Reuters
Federer não conseguiu aproveitar bom momento na partida Imagem: Tony O'Brien/Reuters

E ela se mostrou decisivo. Sacando com extrema eficiência, o suíço não passou apuros para confirmar a vitória por 6 a 4 e chegou ao quarto set em seu melhor momento na partida: com o saque funcionando, incomodando o rival nas devoluções e segurança na troca de bola.

4º set: Chances desperdiçadas e equilíbrio

Mas Federer não soube aproveitar o bom momento. Continuou melhor, mas desperdiçou três break points até o 12º e decisivo game, quando Raonic voltou a ter chances de quebra – antes ele havia surpreendido o rival na única chance que teve no primeiro set – e fechou no terceiro set point.

A reviravolta não podia deixar de surpreender quem estava à espera de uma quebra de Federer.

5º set: Cansaço de Federer e Raonic seguro          

Federer pediu atendimento médico antes do quinto set em uma clara indicação que o cansaço começava a atrapalhá-lo. Logo no segundo game, caiu ao tentar alcançar uma bola e no chão ficou por alguns segundos. Raonic percebeu e não desperdiçou. Com uma quebra, controlou a vantagem e fechou em 6/3.  

Stefan Wermuth/Reuters
Raonic comemora vitória sobre Federer Imagem: Stefan Wermuth/Reuters

O melhor no Twitter

Estilo puro

Quando você vai quebrar o saque do Raonic, Federer?

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo