Topo

Esporte

Após título, três jogadores da NFL recusam possível visita a Trump

Hannah Foslien/Getty Images
Imagem: Hannah Foslien/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

05/02/2018 16h55

Três jogadores do Philadelphia Eagles afirmaram que não aceitarão um possível convite do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para visitarem a casa branca: Malcolm Jenkins, Chris Long e Torrey Smith. No último domingo (4), a equipe venceu o New England Patriots no Super Bowl e conquistou o título da NFL.

Tradicionalmente, os campeões da NFL (futebol americano), NBA (basquete), MLB (beisebol) e NHL (hóquei no gelo) visitam a Casa Branca após as conquistas. Por causa das posições de Trump, contudo, alguns jogadores têm optado por não comparecerem.

“Eu pessoalmente não pretendo participar disso”, disse o defensor dos Eagles Malcolm Jenkins, em entrevista à “CNN”. “Não tenho nenhuma mensagem para o presidente. Minha mensagem tem sido clara durante todo o ano. Estou pensando em criar mensagens positivas para a minha comunidade. Eu quero ver mudanças em nosso sistema de justiça criminal”.

“Quero ver avanços econômicos e educacionais nas comunidades de cor e baixa renda. E quero ver avançar a relação entre nossa comunidade e as forças da lei. É isso que eu e meus colegas temos pressionado durante os últimos dois anos e isso que continuaremos a fazer”.

A visita do New England Patriots já havia sido bastante esvaziada em 2017. Tom Brady, principal jogador do time, foi um dos atletas que não compareceu à visita. Na época, ele alegou problemas pessoais.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte