Topo

MMA

Após vitória, "Jacaré" pede luta por cinturão: "Não tenho outro caminho"

Streeter Lecka/Getty Images/AFP
Ronaldo "Jacaré" comemora vitória sobre Derek Brunson Imagem: Streeter Lecka/Getty Images/AFP

Ag. Fight

29/01/2018 06h00

 

Em menos de uma hora após vencer Derek Brunson sem seu retorno ao octógono, o brasileiro Ronaldo "Jacaré" já falava com a imprensa presente para a cobertura do UFC Charlotte, evento realizado no último sábado (27). E diante do esforço dos três meses de treinos, o peso-médio (84 kg) pediu por um tempo de descanso.

Afinal, depois de perder para Robert Whittaker em abril de 2017, o ex-campeão mundial de jiu-jitsu realizou duas cirurgias, se mudou para os EUA, trocou de time e teve apenas três de treino intenso. Dessa forma, chegou a merecida hora de curtir a família.

"Não quero falar de luta por um tempo . Fiz um camp muito curto. Agora quero descansar com minha família", disse o veterano de quase 40 anos ao site 'MMA Junkie', sem deixar de apontar o cinturão como grande meta para 2018.

"Não tenho outro caminho a não ser o cinturão. Sou terceiro do ranking e venho de excelente vitória sobre excelente oponente", narrou.

Por sinal, o triunfo em cima de Brunson não foi o primeiro encontro com o americano. Ainda em 2012, Jacaré venceu o mesmo rival basicamente da mesma forma: por nocaute no assalto inicial. Apesar do desfecho parecido, o veterano garante que tanto ele como o rival são atletas completamente diferentes.

"Ele estava bem esperto, ele me deu golpes que e sei que se não estivesse com a mão levantada, eu ia sentir muito a mão dele. Mas pegou tudo na minha guarda. Ele melhorou, mas eu melhorei muito", finalizou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!