Topo

MMA


Khabib é multado em R$ 1,9 milhão por briga, 10 vezes mais que McGregor

Harry How/Getty Images
Khadib Nurmagomedov é escoltado por seguranças após a luta contra Conor McGregor no UFC 229 Imagem: Harry How/Getty Images

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

29/01/2019 16h13

Impossibilitados de lutar desde a confusão generalizada que tomou conta do ginásio T-Mobile Arena no dia 6 de outubro de 2018, Conor McGegor e Khabib Nurmagomedov foram julgados nesta terça-feira (29) e, finalmente, punidos. Desta forma, ambos foram multados e suspensos de acordo com suas infrações.

A audiência, realizada pela Comissão Atlética de Nevada, chamou a atenção pela ausência dos atletas, que foram liberados a enviarem seus representantes para dialogarem com os membros da entidade. Khabib, primeiro a ser julgado, conseguiu boa redução da pena logo de começo.

A começar pela multa, que poderia ser de até um milhão de dólares e foi fixada em 500 mil (cerca de R$ 1,9 milhão). Ao mesmo tempo, sua suspensão, que chegou a ser indicada em nove meses pela Comissão, foi reduzida para seis, com a condicional de que o campeão peso-leve (70 kg) faça uma campanha anti bullying em escolas do Estado de Nevada.

Para isso, no entanto, Comissão Atlética irá avaliar o nível da campanha em sua reunião de abril, que deve garantir, em caso de sucesso do programa, a redução da pena.

Parceiros de treino de Khabib e responsáveis por grande parte da confusão, Abubakar Nurmagomedov e Zubaira Tukhugov serão impedidos de competir por 12 meses e pagarão, cada um, 25 mil dólares como penalidade.

Por sua vez, Conor McGregor, além de multado em 50 mil dólares, ficará seis meses afastado as competições, data retroativa ao dia da realização do UFC 229. Ou seja, ele estará apto a lutar no dia 6 de abril de 2019.