Topo

Esporte


Maioria das federações apoia 48 times na Copa-2022, diz presidente da Fifa

Matthias Hangst/Getty Images
Imagem: Matthias Hangst/Getty Images

2019-01-17T21:26:29

17/01/2019 21h26

A maioria das associações de futebol é a favor de aumentar o tamanho da Copa do Mundo de 2022, no Qatar, para 48 seleções e com algumas partidas disputadas em países vizinhos. A afirmação foi feita pelo presidente da Fifa, Gianni Infantino, nesta quinta-feira (17).

Em coletiva à imprensa, ele disse que os dirigentes do Qatar estão abertos ao formato maior. A Fifa tomará uma decisão até junho, quando um estudo sobre o assunto estiver concluído.

Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Barein e Egito lançaram um boicote diplomático e comercial ao Qatar em junho de 2017, o que complicou a perspectiva de compartilhar o torneio.

Essas nações acusam o Qatar de apoiar o terrorismo, o que o país nega. "Estamos fazendo futebol, não política", disse Infantino.

A Fifa decidiu em uma votação de 2017, elevar o tamanho do torneio para 48 seleções a partir de 2026 mas, desde então, Infantino tem considerado a possibilidade de antecipar a mudança para 2022.

"A maioria das associações de futebol ao redor do globo espera abrir a Copa do Mundo para mais seleções", disse ele, lamentando que campeões continentais como Camarões, Chile e Estados Unidos tenham ficado fora do Mundial disputado na Rússia no ano passado.

"Se for possível organizar uma Copa do Mundo com 48 seleções no Qatar com jogos em países vizinhos, será fantástico", disse.

Mais Esporte