Topo

Copa do Mundo Feminina - 2019


Decisão sobre visita a Trump será tomada após final, diz Alex Morgan

Atacante descartou possibilidade de apenas algumas jogadores visitarem a Casa Branca - TF-Images/Getty Images
Atacante descartou possibilidade de apenas algumas jogadores visitarem a Casa Branca Imagem: TF-Images/Getty Images

Simon Evans

Da Reuters, em Lyon (França)

05/07/2019 11h44

A atacante Alex Morgan, da seleção de futebol feminino dos Estados Unidos, disse que qualquer decisão sobre aceitar ou não um convite para visitar o presidente Donald Trump na Casa Branca só será tomada após a final da Copa do Mundo, no domingo, e que será uma escolha coletiva.

Os comentários contundentes da ponta Megan Rapinoe, que disse que não comparecerá a nenhuma comemoração na Casa Branca, levaram Trump a responder com uma série de tuítes e causaram muita polêmica.

Falando antes da final contra a Holanda, Morgan disse que o debate foi prematuro, mas deu a entender que tal visita é improvável.

"Acho que tomaremos uma decisão depois de terminarmos o jogo de domingo. Acho que houve muita conversa prematura sobre a Casa Branca e sobre Trump, mas primeiro temos que fazer nosso trabalho, e depois acho que vocês já sabem a resposta", disse.

Um convite do presidente para comemorar na Casa Branca é oferecido com frequência a indivíduos e equipes vitoriosas do esporte norte-americano, assim como a medalhistas olímpicos.

Indagada se consegue imaginar algumas jogadoras comparecendo e outras se ausentando, Alex disse se tratar de algo improvável.

"Não posso dizer 100%, mas este time é muito unido e sempre tomamos decisões juntas, então não consigo nos ver decidindo nos dividir dessa forma, mas ao mesmo tempo, se alguém estiver muito decidido, quem somos nós para lhe dizer para fazer ou não algo?", cogitou.

Mais Copa do Mundo Feminina - 2019