Líder, Palmeiras segura Ceará com um a menos e vence por 2 a 1 no Pacaembu

Eduardo Lucizano

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Com dois gols de Bruno Henrique, o Palmeiras venceu o Ceará por 2 a 1 no Pacaembu e ampliou a vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro. Além disso, aumentou a série de partidas sem perder neste Campeonato Brasileiro que já dura 15 partidas e quase  três meses.

Desde que a comissão técnica de Felipão assumiu, o Palmeiras não perdeu. Mesmo sem alguns titulares, o Palmeiras se impôs e venceu após um pênalti polêmico, marcado pelo quarto árbitro e convertido por Bruno Henrique, que ainda acertou um bonito chute de fora da área para ampliar. Arthur, futuro reforço do Palmeiras, diminuiu.

Com a vitória, o Palmeiras chega aos 62 pontos e tem quatro de vantagem sobre o Flamengo, que venceu o Paraná também neste domingo. A diferença para o Internacional é de seis pontos, mas os gaúchos aindam jogam nesta segunda-feira (22). Na próxima rodada, o time paulista faz confronto direto contra o Flamengo, fora de casa, mas antes viaja para a Argentina, onde joga contra o Boca Juniors pela semifinal da Libertadores. O Ceará enfrenta o Cruzeiro em jogo adiado do Brasileiro.

O melhor: Bruno Henrique

No dia do aniversário de 29 anos, Bruno Henrique fez os dois gols do Palmeiras na vitória sobre o Ceará. Com um gol de pênalti e outro em chute forte de longe, o volante foi o nome da partida.

O pior: Deyverson

Expulso no fim do primeiro tempo por dar uma solada no peito de Richardson, o atacante quase colocou em risco uma vitória que se desenhava tranquila.

Pressão inicial do Ceará não dá resultado

O time nordestino teve duas boas oportunidades de marcar antes dos dez minutos. Em jogada pela direita, Samuel Xavier passou para Juninho Quixadá, que chutou para fora. Dois minutos depois, Calyson chutou fraco e Weverton defendeu.

Pênalti polêmico para o Palmeiras e gol de Bruno Henrique

Após cobrança de escanteio, o Willian cabeceou a bola e Edinho desviou com o braço, mas o árbitro não viu o pênalti e deu escanteio. Felipe Melo se ajoelhou e pediu desesperadamente a falta.

O quarto árbitro avisou o juiz e o pênalti foi marcado. Após muita discussão, Bruno Henrique cobrou no meio do gol e abriu o placar no Pacaembu aos 17 minutos do primeiro tempo.

Invencibilidade é mantida

O Palmeiras está há quase três meses sem perder no Campeonato Brasileiro. A última derrota foi para o Fluminense, no dia 25 de julho, quando Roger Machado ainda era o técnico.

O resultado deste fim de semana aumentou a série invicta do Palmeiras no Campeonato Brasileiro para 15 jogos. São 12 vitórias e três empates no período. A última vez que o Palmeiras ficou tantos jogos sem perder na competição foi em 2016, quando conquistou o título.

Deyverson é expulso por solada

Apesar de estar com 2 a 0 no placar, o Palmeiras teve o atacante Deyverson expulso no fim do primeiro tempo. Ele deu uma solada no peito de Richardson, do Ceará.

Lisca é expulso e faz gesto de roubo

Conhecido pelo apelido de 'doido', o técnico Lisca, do Ceará, foi expulso após reclamações na expulsão de Deyverson no fim do primeiro tempo. Inconformado com a expulsão, o treinador saiu de campo e fez sinal de que o juiz estaria roubando o Ceará. Auxiliar de Lisca, Márcio Hahn comandaria o Ceará no segundo tempo, mas ele foi expulso antes do reinício da partida. O preparador Flavinho assumiu a função.

Com um a mais, Ceará diminui

Em jogada de Leandro Carvalho pela direita, o atacante Arthur apareceu sozinho dentro da pequena área para diminuir. O atacante, aliás, já está negociado com o Palmeiras para a próxima temporada.

Bruno Henrique, Mayke e Lucas Lima suspensos

Autor dos dois gols, o volante Bruno Henrique recebeu o terceiro cartão amarelo ainda no começo da partida por solada sobre Richardson e não enfrenta o Flamengo na próxima rodada. Mayke e Lucas Lima também estavam pendurados e desfalcam o time.

Melhor ataque do Brasileiro

Além da liderança, o Palmeiras chegou aos 47 gols no Brasileiro, melhor ataque da competição ao lado do Atlético-MG.

FICHA TÉCNICA

Palmeiras x Ceará
Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 21/10/2018
Horário: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Cristhian Passos Sorence (GO)
Gols: Bruno Henrique, aos 17 e 34 minutos do primeiro tempo; Arthur, aos 9 minutos do segundo tempo. 
Cartões amarelos: Bruno Henrique, Diogo Barbosa, Mayke e Hyoran pelo Palmeiras. Samuel Xavier e Richardson pelo Ceará.
Palmeiras: Weverton; Jean (Mayke), Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís; Felipe Melo, Bruno Henrique (Moisés) e Lucas Lima; Hyoran (Dudu), Willian e Deyverson. Técnico: Luiz Felipe Scolari
Ceará: Everson; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Felipe Jonatan (Ricardinho); Edinho (Felipe Azevedo), Richardson, Juninho Quixadá (Ricardo Bueno) e Calyson; Leandro Carvalho e Arthur. Técnico: Lisca

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos