Grêmio vence fora com gol de Geromel e Atlético-MG pode deixar o G-6

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

Com o olhar dividido com o julgamento da Conmebol, o Grêmio foi a Belo Horizonte e conseguiu uma vitória importante neste sábado por 1 a 0 contra o Atlético-MG no estádio Independência. Mesmo cheio de desfalques, o Tricolor conseguiu marcar nos primeiros minutos e administrou bem a vitória, aumentando ainda mais a pressão sobre o clube mineiro.

O único gol da tarde foi marcado pelo capitão Pedro Geromel, aos dois minutos de jogo. O Atlético-MG passou a maior parte do tempo correndo atrás do empate, mas mesclou bons e maus momentos e não teve a competência necessária para arrancar pelo menos um ponto. A equipe deixou o campo vaiada pelo seu torcedor.

Com o resultado, o Galo fica com 46 pontos, segue sem vencer com Levir Culpi (três derrotas seguidas) e chega ao quinto jogo sem vitória. Para piorar, a equipe ainda pode deixar o G-6 e terminar a rodada até na oitava colocação. Com o triunfo, o Grêmio vai aos 55 e cola no São Paulo (56), que ainda joga neste final de semana.

Quem foi bem: Pedro Geromel marcou o gol do Grêmio que deixou o time mais confortável desde o início a partida. O zagueiro também mostrou segurança na zaga e solidez para impedir as ações ofensivas do Galo. Em uma delas, afastou a bola praticamente em cima da linha.

Quem foi mal: Referência dentro da área atleticana, Ricardo Oliveira fez mais um jogo com atuação bastante discreta. Apesar da luta, o atacante não aproveitou bem as poucas chances que teve e passou despercebido em campo. Menos no momento que foi substituído, quando precisou ouvir as vaias do torcedor.

Grêmio começa avassalador e larga na frente com gol relâmpago

Dois cochilos graves nas primeiras voltas do ponteiro geraram o gol do Grêmio no segundo minuto de jogo. Primeiro, Leonardo Silva errou na saída de bola e Victor precisou fazer ótima defesa no chute de Everton. No escanteio seguinte, o goleiro fez novo milagre em cabeçada de Jael, mas Geromel, sozinho, pegou o rebote para balançar as redes. O gol deu tranquilidade ao time visitante, que deixou o Atlético estrategicamente mais tempo com a bola, mas foi pontual em algumas outras boas jogadas em velocidade.

Atlético tenta reagir e torcida pede raça com 15 minutos

Aparentando ansiedade e errando lances bobos, o Atlético-MG tentou recolocar a cabeça no lugar e organizar suas jogadas. O time até melhorou, mas esbarrou no competente sistema defensivo gaúcho. Com 15 minutos de jogo, o pedido de raça surgiu pela primeira vez nas arquibancadas. Em campo, Matheus Galdezani foi quem mais se destacou na equipe, com dois chutes perigosos.

Em outro lance, o volante entrou na área e pediu pênalti de Michel, mas a arbitragem mandou o jogo seguir. No melhor lance alvinegro antes do intervalo, David Terans aproveitou o rebote após uma confusão dentro da área, mas Geromel tirou o gol de empate depois que a bola superou o goleiro Paulo Victor.

Pobre em criação, Galo sofre com ansiedade, irrita torcida e amarga nova derrota

O cenário do final do primeiro tempo se repetiu após o intervalo. O Atlético-MG teve mais a bola, mas poucas chances foram criadas. Visivelmente nervoso, o Galo teve várias tomadas de decisões erradas na saída de bola ou nas tentativas de atacar com rapidez. Carente de alguma jogada criativa, a torcida vaiou todas as alterações de Levir e pediu a entrada do questionado Cazares.

Do outro lado, o Grêmio pouco fez e só chutou ao gol pela primeira vez aos 19 minutos. Mesmo assim, a melhor chance da etapa final surgiu aos 30, no desvio de Alisson que obrigou Victor a fazer outro milagre no jogo. Melhor nos minutos finais, o Grêmio mostrou paciência e tranquilidade para fazer o tempo passar e administrar bem a vitória. Placar final, 1 a 0.

ATLÉTICO-MG 0x1 GRÊMIO

Motivo: 32ª rodada do Brasileirão
Data/Hora: 03/11/2018, às 17h (de Brasília)
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (Fifa/RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)

GOL: Geromel, 2'1ºT (0-1)
Cartões amarelos: Matheus Galdezani, Leonardo Silva, Elias, Emerson (CAM), Matheus Henrique (GRÊ)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: Ainda não divulgados.

ATLÉTICO-MG: Victor; Emerson, Leonardo Silva, Maidana e Fábio Santos; Adilson, Elias e Matheus Galdezani (Denílson, 12'2ºT); David Terans (Cazares, 25'2ºT), Chará e Ricardo Oliveira (Leandrinho, 25'2ºT). Técnico: Levir Culpi.

GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Paulo Miranda e Cortez; Michel, Matheus Henrique; Jean Pyerre, Ramiro (Alisson, 15'2ºT) e Everton (Pepê, 25'2ºT); Jael (Thonny Anderson, 37'2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos