Corinthians e São Paulo ficam no empate em clássico com arbitragem polêmica

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

Corinthians e São Paulo ficaram no 1 a 1 no clássico deste sábado (10), em Itaquera, na 33ª rodada do Brasileirão, em um jogo marcado por diversas polêmicas de arbitragem. Com um a menos durante todo o segundo tempo, a equipe alvinegra chegou a ficar à frente do placar, com gol de Ralf, mas viu a vantagem escapar aos 35 minutos do 2º tempo, com Brenner.

Leia mais:
Juca Kfouri: "Majestoso da Vergonha"
PVC: "Erros indiscutíveis do clássico"
Áudio vaza discussão de equipe do Premiere sobre gol anulado do Corinthians

O resultado da partida não ajuda nenhuma das equipes. Os corintianos ficam com 40 pontos, a seis da zona de rebaixamento e a seis de uma vaga na pré-Libertadores. Já os são-paulinos estacionam nos 58 pontos na 4ª colocação. A tarefa deste domingo vai ser torcer contra o Grêmio, que pode entrar no G-4 se vencer o Vasco.

O clássico paulista ficou marcado por diversas polêmicas de arbitragem. Primeiro, Danilo deu chute dentro da pequena área e viu Jean defender dentro do gol. O juiz mandou o jogo seguir. Em seguida, Romero reclamou de pênalti de Bruno Peres e também não foi atendido. Os corintianos se revoltaram de vez com a expulsão de Araos após dois amarelos, sendo que o último aconteceu após o apito final.

Logo no início do segundo tempo, Thiaguinho pegou Jucilei de maneira dura em lance que os especialistas de arbitragem defendem a expulsão direta. Nem o amarelo foi exibido. A lista só aumentava: Arboleda tocou a bola com a mão dentro da área, mas foi "perdoado" pela arbitragem, que indicou que o lance foi sem intenção.

Na próxima rodada, o Corinthians encara o Cruzeiro, no Mineirão, às 21h45 da próxima quarta-feira (14). Já o São Paulo volta a atuar no Morumbi e recebe o Grêmio às 19h de quinta-feira (15). 

O melhor: Pedrinho

Apesar de não ter brilhado no começo do jogo, foi decisivo. Cresceu no segundo tempo, quando o Corinthians tinha um jogador a menos, criou boa parte dos lances de perigo e, de quebra, deu passe para Ralf marcar.

Leonardo Benassatto/Reuters
Araos é expulso em clássico Corinthians x São Paulo

Piores: Diego Souza e Araos

Lento, o atacante tricolor até tentou buscar o gol, mas foi muito pouco efetivo. Já o paraguaio acertou o são-paulino de maneira infantil, recebeu o cartão vermelho no fim do primeiro tempo e comprometeu a atuação do Corinthians.

Retorno de Jadson e Everton no banco

Pelo lado do Corinthians, a principal novidade no clássico deste sábado foi o retorno de Jadson. O meia foi liberado após ficar dois jogos fora por conta de um edema na panturrilha direita. Já pelo São Paulo, Everton ficou à disposição de Diego Aguirre ao se recuperar de lesão na coxa esquerda. No entanto, o ponta começou a partida no banco de reservas

Fair play?

Aos 22 minutos, Gonzalo Carneiro sentiu a perna direita e caiu. Os corintianos, porém, não pensaram em tocar a bola para fora e deram sequência ao lance. Os jogadores do Tricolor reclamaram a postura dos alvinegros. O uruguaio não resistiu e precisou ser substituído por Brenner. Depois de muito tempo sem atuar pelo profissional, o jovem teve a oportunidade para apagar a imagem negativa deixada na eliminação do São Paulo na Copa Sul-Americana. Na ocasião, em pleno Morumbi, contra o Colón, da Argentina, no dia 2 de agosto, ele entrou no segundo tempo e foi expulso após se envolver em confusão com o adversário. Depois, ele treinou com o profissional e disputou partidas pelos aspirantes.

reprodução/Premiere
Bola parece cruzar a linha do gol em ataque do Corinthians contra o São Paulo

Juiz não dá gol do Corinthians e expulsa Araos

Rodolpho Toski Marques foi o centro das atenções nos últimos minutos do primeiro tempo no clássico em Itaquera. Ele e seus companheiros não viram Jean espalmando um chute dentro do gol e não validaram o que seria o 1 a 0 para o Corinthians. Pouco depois, Araos acertou um tapa na cara de Reinaldo e levou o amarelo. Como o corintiano já tinha sido advertido, foi expulso. O árbitro teve de esperar cerca de cinco minutos para ir ao vestiário ao fim do primeiro tempo, tamanha a revolta da torcida.

Aguirre coloca time no ataque

Para tentar dar mais força ao sistema ofensivo do São Paulo, Diego Aguirre promoveu o retorno de Everton. O ponta, que não jogava desde o clássico com o Palmeiras, no dia 6 de outubro, entrou na vaga o zagueiro Anderson Martins. Jair também promoveu substituição para acertar o meio e tirou Danilo para a entrada de Thiaguinho. Logo no primeiro lance, o jovem corintiano deu entrada em Jucilei e correu o risco de ser expulso. 

Com um a menos, Corinthians domina o São Paulo

Mesmo com um a menos após a expulsão de Araos, o Corinthians manteve a pressão em cima do São Paulo e criou as melhores oportunidades durante quase todo o primeiro tempo. Aos 26 minutos, Ralf chutou da entrada da área após bom toque de Pedrinho e conseguiu fazer seu primeiro gol desde setembro de 2015. 

São Paulo acorda a tempo e consegue o empate

O time do Morumbi resolveu reagir só aos 35 minutos do 2º tempo. Everton cruzou, Nenê chutou de fora da área e viu Brenner desviar para empatar o placar, silenciando a Arena Corinthians, que estava em festa.

Susto na "preliminar" do clássico

O São Paulo teve um susto durante a segunda partida da semifinal do Campeonato Paulista Sub-20, contra o Corinthians. Igor Gomes, que também integra o profissional, precisou ir para o hospital após choque com o goleiro Filipe. O meio-campista foi submetido aos exames médicos na região cervical, que constataram uma pequena alteração pulmonar. O jogador do Tricolor está bem e, por recomendação do especialista, permanecerá em repouso em torno de uma semana com medicação analgésica e observação diária pelos médicos do clube.

No campo, o Tricolor perdeu por 3 a 1 neste sábado de manhã, em Cotia, e está fora da disputa pelo título. O Corinthians vai enfrentar o Palmeiras na decisão do torneio.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 x 1 SÃO PAULO

Data: 10 de novembro de 2018, sábado
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Horário: 17h (de Brasília)
Público e renda: 43.122 pagantes
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Victor Hugo dos Santos (PR)
Cartões amarelos: Bruno Alves, Bruno Peres e Jucilei (SAO); Araos (COR)
Cartão vermelho: Araos (COR)
Gols: Ralf, aos 26 minutos do 2º tempo; Brenner, aos 35 minutos do 2º tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Carlos; Ralf e Araos; Pedrinho (Clayson), Jadson e Romero; Danilo (Thiaguinho).
Técnico: Jair Ventura.

SÃO PAULO: Jean; Arboleda, Bruno Alves e Anderson Martins (Everton); Bruno Peres, Jucilei (Nenê), Hudson, Liziero e e Reinaldo; Gonzalo Carneiro (Brenner) e Diego Souza.
Técnico: Diego Aguirre

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos