Mais do que gols, Vinicius Jr. dá paz ao Fla em momento-chave de 2018

Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza/ Flamengo

    Vinicius Júnior comemora o gol da vitória no Equador com óculos atirado pela torcida

    Vinicius Júnior comemora o gol da vitória no Equador com óculos atirado pela torcida

Vinicius Júnior é só sorrisos pelos dois gols marcados na vitória de virada do Flamengo sobre o Emelec-EQU por 2 a 1, em Guayaquil, pela Copa Libertadores. O menino de 17 anos foi o nome do jogo e não para de ser festejado pela torcida. Mas quem também comemorou o feito do camisa 20 foi a diretoria rubro-negra, mais precisamente o departamento de futebol. 

O Flamengo entrou em campo absolutamente pressionado contra os equatorianos. A vitória era tratada como obrigação no objetivo de buscar uma vaga nas oitavas de final da competição continental. Em caso de derrota, os cariocas ficariam em situação delicadíssima no Grupo 4 da Libertadores.

Só que o pé esquerdo de Vinicius Júnior garantiu a paz ao Rubro-negro pelo menos até o dia 18 de abril, quando a equipe recebe o Santa Fe-COL com portões fechados, no Rio de Janeiro. Até lá, jogos do Campeonato Carioca e a possibilidade de algumas experiências para o técnico Paulo César Carpegiani.

O fato de não precisar apagar incêndios, lidar com protestos da torcida e ter tranquilidade para trabalhar no Ninho do Urubu terminou tão comemorado quanto a performance daquele que foi vendido ao Real Madrid-ESP por R$ 164 milhões.

Vinicius Júnior deu ao Flamengo a primeira vitória fora de casa na competição continental depois de quase quatro anos e da eliminação precoce na edição de 2017. O tamanho do alívio foi percebido no vestiário. O jovem foi abraçado por todos os jogadores e dirigentes que estiveram no estádio George Capwell.

Quebrando as marcas de Neymar e Gabriel Jesus quando tinham a mesma idade e cada vez mais cotado para entrar entre os titulares, Vinicius Júnior cresce e aparece no Flamengo. Ele comemora. Os agradecimentos são dos torcedores e da diretoria, que sofre cobranças intensas para que o Rubro-negro conquiste títulos de expressão desde a temporada passada.

"Não só vencemos, mas convencemos. Seria um pecado não sairmos com a vitória pelo jogo que fizemos. Ficou marcado, sem dúvida. Estou tranquilo. O meu objetivo é só ajudar o Flamengo. Sempre no momento certo", comemorou Vinicius Júnior, artilheiro rubro-negro na temporada, com seis gols.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos