Topo

Croácia

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

"Temos jogadores melhores que os de 1998", afirma zagueiro croata

Ivan Alvarado/Reuters
Dejan Lovren comemora o segundo gol da Croácia contra a Argentina Imagem: Ivan Alvarado/Reuters

Do UOL, em São Paulo

2018-06-22T17:20:54

22/06/2018 17h20

Em 1998, a Croácia foi a grande surpresa da Copa do Mundo. Em sua primeira participação, conseguiu chegar às semifinais e terminou na terceira colocação. Vinte anos depois, a seleção croata mostra força na Copa do Mundo e, para o zagueiro Dejan Lovren, a história pode se repetir.

Argentina precisa vencer Nigéria e pode depender do saldo para avançar
Angústia, vergonha, papelão: como a imprensa reagiu à derrota da Argentina
Simule os classificados e o mata-mata do Mundial

"Temos hoje jogadores melhores do que em 1998", disse Lovren, amparado pela ótima atuação da equipe na vitória por 3 a 0 contra a Argentina. "Isso não quer dizer nada se não continuarmos jogando bem. Mas se fizermos um papel como o que mostramos contra a Argentina, temos condições de ir longe", afirmou o zagueiro do Liverpool.

Já classificada para as oitavas de final, a Croácia enfrenta a Islândia na última rodada do Grupo B e garante a primeira colocação da chave com um empate. O jogo está marcado para 15h de terça-feira, em Rostov.

Mais Croácia