UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão

Loucura? Santos propôs até R$ 1 mi de salário para tentar manter Lucas Lima

Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF
Exclusivo para assinantes UOL

Do UOL, em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo

17/10/2018 04h00

Determinado a segurar Lucas Lima, o Santos chegou a oferecer até R$ 1 milhão por mês em salários ao meia em 2016. A De Primeira teve acesso à integra da proposta feita pelo então presidente Modesto Roma Júnior: ela previa salários de R$ 650 mil no primeiro ano, R$ 750 mil no segundo, R$ 850 mil no terceiro e R$ 1 milhão no quarto e último ano de contrato.

Além disso, foram oferecidos R$ 3 milhões de luvas, a serem pagos em cinco parcelas, sendo quatro de R$ 500 mil e uma de R$ 1 milhão. Lucas também teria direito a 25% de uma futura venda, e premiações por metas individuais e coletivas a serem definidas posteriormente. Apesar da vultuosa oferta, o meio campista optou por assinar com o Palmeiras. 

Conforme publicado pelo UOL Esporte, em janeiro deste ano, no clube alviverde o ex-santista chegou com um salário que começa em R$ 600 mil e aumenta R$ 50 mil a cada ano. Assim, se chegar até o fim do vínculo em 2022, os vencimentos mensais estarão em R$ 800 mil. Lucas ainda teve direito a R$ 15 milhões de luvas que serão divididos durante os 60 meses de contrato. (Por Pedro Lopes)

Reprodução
Proposta do Santos a Lucas Lima previa salário de R$ 1 milhão em 2020 Imagem: Reprodução

Grupo de oposição pedirá impeachment de Bandeira no Fla

Além do cenário conturbado no Flamengo entre situação e a oposição liderada por Rodolfo Landim, o presidente Eduardo Bandeira de Mello terá outro problema pela frente. O grupo Fla-Tradição, do candidato ao cargo Marcelo Vargas, solicitará na próxima quinta-feira (18) ao Conselho Deliberativo a abertura de um processo de impeachment do mandatário.

Mais UOL de Primeira

Topo