Diretor da base corintiana se irrita com pressão e deixa cargo após 7 meses

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Arquivo Pessoal

    Fausto Bittar celebra título recente da Copa SP: de saída

    Fausto Bittar celebra título recente da Copa SP: de saída

Definido novo diretor da base corintiana há sete meses, Fausto Bittar Filho entregou o cargo nesta quarta-feira. Irritado com a pressão política em torno do cargo, ele se reuniu com o presidente Roberto de Andrade e decidiu pelo desligamento no fim da tarde. 

Contrário à interferência de outros grupos nas divisões de base, Fausto não aceitou a reaproximação de conselheiros como Jacinto Antônio Ribeiro, o Jaça, que ganhou força com o apoio a Roberto de Andrade na causa do impeachment. Essa foi a principal causa para sua saída. 

"O presidente quer tomar medidas administrativas no departamento que não concordei, então preferi entregar o cargo. Não preciso dizer nomes de ninguém. Não sei quem ele vai colocar como diretor e assessores. Ele que fale. Mas não tive pressão nenhuma, só não concordei com as mudanças administrativas que ele quer ter", explicou Fausto ao UOL Esporte. "O presidente vai colocar alguém competente, espero, tenho certeza", emendou.

Perguntado sobre a questão que envolve a reaproximação de conselheiros ao departamento, caso de Jaça, ele se negou a falar. "Prefiro não comentar sobre nomes", explicou o ex-diretor. 

Em setembro, Fausto assumiu a base do Corinthians que vinha marcada por uma série de escândalos dentro da gestão de Roberto de Andrade, que demitiu José Onofre de Souza pouco tempo. Entre os problemas, jogador com idade adulterada, a denúncia de esquema feita pelo empresário americano Helmut Apaza e a assinatura de contrato com jogador que havia sido reprovado pela comissão técnica do sub-17. 

Durante sua gestão, mesmo em pouco tempo, Fausto tomou decisões importantes como a contratação do coordenador técnico Rodrigo Leitão, a demissão do treinador Márcio Zanardi, no sub-17, e a contratação de Leandro Mehlich como sucessor, além de enxugar a folha de pagamento do setor. Depois de perder Osmar Loss para os profissionais, definiu o auxiliar e ex-lateral Coelho como novo técnico. O título no período foi da Copa São Paulo 2017. 

"A equipe que deixo é absolutamente competente, com profissionais sérios. Tivemos a mudança no setor de captação, a valorização que tivemos deu resultados, tanto que estamos trazendo sete atletas oriundos da Copa São Paulo, sem intermediação alguma de empresário, sem pagamento de luvas, apenas com salários abaixo da economia do departamento. Reputo a esse departamento, a fisiologia que recriei e a análise de desempenho o sucesso na conquista da Copa São Paulo". "A vinda do Leitão também foi muito importante porque trouxe uma qualidade muito grande ao departamento", frisou. 

Conforme mostrou o UOL Esporte, Loss e o coordenador Rodrigo Leitão são candidatos à vagas em aberto no departamento de base da CBF. A saída de Fausto aumenta as chances de Leitão aceitar um eventual convite da entidade. 

Fausto deixa sete jogadores contratados para a base

"Trouxemos sete atletas oriundos da Copa São Paulo, sem intermediação alguma de empresário, sem pagamento de luvas e com salários dentro da realidade que colocamos. Dois deles são 100% do Corinthians, dois deles são 60% e os outros são 70% do Corinthians", disse Fausto. Os jogadores são:

Igor - lateral direito do Auto Esporte-PB - nascido em 1998
Luiz Carlos - zagueiro do Juventus-SP - nascido em 1998
Hugo - lateral esquerdo do Auto Esporte-PB - nascido em 2001
Klyverson - volante do Juventus-SP - nascido em 1999
Lucas Alisson - volante do 7 de Setembro-AL - nascido em 1999
Andrews - meia do Cruzeiro-RS - nascido em 1999
Natan Dutra - atacante do Santos - nascido em 1997

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos