Corinthians faz acordo com 25% de Petros para arquivar dívidas com agente

Dassler Marques e Ricardo Perrone

Do UOL, em São Paulo

  • Marcelo D Sants/Framephoto/Estadão Conteúdo

    Petros foi apresentado pelo São Paulo nesta semana

    Petros foi apresentado pelo São Paulo nesta semana

A transferência do meio-campista Petros para o São Paulo permitiu ao Corinthians sanar pelo menos três pendências judiciais. O acordo com o Sociedade Esportiva Vitória, clube mais conhecido como SEV Hortolândia e ligado ao agente Fernando Garcia, foi homologado nesta sexta-feira no Tribunal de Justiça de São Paulo. 

Com 25% de direitos econômicos do agora reforço são-paulino, o Corinthians repassou a porcentagem em troca de dívidas que envolviam transferências anteriores do zagueiro Vílson, do meia Matheus Pereira e do próprio Petros. Juntas, as pendências representam cerca de R$ 4 milhões. As informações foram confirmadas por Diógenes Mello, advogado do clube, e também por Flávio Adauto, diretor de futebol. 

No caso de Matheus Pereira, o Corinthians havia deixado de repassar aos empresários R$ 2,48 milhões de transferência ao Empoli-ITA no ano passado. A quantia era referente a 35% de direitos econômicos que o agente possuía. 

O caso de Petros é semelhante à Matheus Pereira. O Corinthians vendeu o jogador ao Betis em 2015, mas não repassou ao SEV Hortolândia cerca de R$ 1,2 milhão, equivalentes a direitos econômicos. 

Já em relação a Vílson, que pertencia ao SEV Hortolândia, o Corinthians no ano passado fez a aquisição do zagueiro em definitivo. Porém, não pagou três parcelas de R$ 100 mil, o que totalizava, com juros, uma pendência de R$ 322 mil. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos