CR7 segue no Real. E esse torcedor já está devendo R$ 459 mil por isso

Do UOL, em São Paulo

  • Kirsty Wigglesworth/AP

    Cristiano Ronaldo celebra gol do Real Madrid contra a Juventus na final da Liga dos Campeões

    Cristiano Ronaldo celebra gol do Real Madrid contra a Juventus na final da Liga dos Campeões

O fim da temporada europeia e o surgimento do rumor de que Cristiano Ronaldo desejaria deixar o Real Madrid fez um torcedor do Manchester United mostrar confiança demais no Twitter. O usuário "Utdology", torcedor do clube inglês, já deve cerca de R$ 459,6 mil depois de apostar que o astro voltaria a defender o atual campeão da Liga Europa. Mas o português segue na Espanha...

No dia 16/6, o torcedor afirmou que pagaria 50 libras (R$ 208,9) para cada pessoa que reproduzisse sua postagem se Ronaldo não fosse para o United nesta janela de transferências. Até o momento da publicação da matéria, quase 22 mil internautas "pagaram para ver" e estão com crédito com o autor da aposta.

As notícias sobre a possibilidade de Ronaldo deixar o Real Madrid surgiram em meio a um conturbado verão para o camisa 7. O jogador foi acusado de sonegar 14,7 milhões de euros em impostos durante sua estadia na Espanha, e o problema seria o principal incentivo para ele deixar o Real Madrid.

O imbróglio fez com que gigantes do futebol europeu demonstrassem interesse em Ronaldo. O Manchester United apareceu como possível destino para o português, embora José Mourinho não tenha recebido a ideia com entusiasmo. O jogador, por sua vez, chegou a se animar com a chance de se transferir para o Paris Saint-Germain.

Porém, mesmo com audiência marcada para dia 31, Ronaldo segue no Real Madrid. É possível até dizer que sua importância no elenco aumentou – com a saída de Pepe, que se transferiu para o Besiktas, o camisa 7 se tornou o terceiro capitão do time e passará a participar de reuniões com o presidente Florentino Pérez.

Grande parte do verão de Ronaldo foi dedicado à seleção portuguesa. O jogador marcou dois gols na campanha que rendeu à equipe nacional o terceiro lugar na Copa das Confederações – só os alemães Lars Stindl, Leon Goretzka e Timo Werner, que anotaram três cada, superaram o astro do Real Madrid na artilharia da competição.

A seleção portuguesa foi eliminada da competição na semifinal pelo Chile, que perdeu a decisão por 1 a 0 para a Alemanha. Após o revés, Ronaldo foi dispensado da disputa pelo terceiro lugar para cumprir mais uma etapa de seu conturbado verão e conhecer seus filhos gêmeos recém-nascidos.

Sem ele, Portugal venceu o México por 2 a 1 e ficou com a terceira colocação na competição internacional.

Acusação de fraude fiscal, serviço à seleção portuguesa e paternidade. O verão de Cristiano Ronaldo teve tudo, menos transferência. Azar de quem apostou nisso. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos