Cuca abre possibilidade de Felipe Melo voltar a jogar: "Reconheceu o erro"

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Jales Valquer/Fotoarena/Estadão Conteúdo

    Cuca não descartou o retorno de Felipe Melo ao time; jogador segue em preparação física

    Cuca não descartou o retorno de Felipe Melo ao time; jogador segue em preparação física

Depois de Felipe Melo no início da semana, o técnico Cuca tratou de falar sobre a polêmica reintegração do volante, com quem entrou em atrito há mais de um mês. O comandante do Palmeiras amenizou a situação, confirmou o "peso jurídico" no retorno do camisa 30 e ainda se colocou à disposição para ajudar o atleta, que voltou a trabalhar no mesmo horário do restante dos atletas.

"Felipe reconheceu os seus erros, como qualquer outro ser humano erra, e tem o direito de se recuperar. Está reintegrado, não adianta dizer que só está ali. Ele está recuperando; se ele puder ser útil ao longo do ano, Felipe será aproveitado porque é um funcionário do clube", afirmou o treinador, que negou qualquer resquício de mágoa.

"Ele reconheceu o erro. Quero ajudar o Felipe Melo a ser uma pessoa melhor, e eu ser uma pessoa melhor também. A gente tem uma vida só, não adianta ficar com mágoa ou coisinha que não leva a nada, conseguimos o que temos de melhor", acrescentou o comandante.

O próprio Cuca admitiu que o "imbróglio jurídico" explica a reintegração de Felipe Melo, como mostrou o UOL no mês passado. O treinador assegurou que não colocou obstáculos para o retorno do meio-campista, que participou do aquecimento junto aos outros companheiros na atividade da manhã desta sexta-feira na Academia de Futebol.

O comandante palmeirense evitou alimentar novas polêmicas com o jogador, que, durante a sua entrevista de reintegração, não direcionou um pedido de desculpas ao treinador. Felipe Melo teve um áudio vazado no qual chamou Cuca de "mau caráter" e diz que não trabalharia mais com o técnico.

"Lá dentro, eu sei o que aconteceu. Tanto e por isso que ele está reintegrado, por ter reconhecido um erro. (...) Teve a aceitação minha porque sou um parceiro do clube e não quero o mal do jogador", limitou-se a dizer Cuca, que prefere não planejar o possível retorno de Felipe Melo ao time.

"Ele está longe de ser aproveitado. Fez os testes e não está na forma ideal. É um processo gradativo, sem ter uma data para tal", afirmou o comandante palmeirense nesta sexta-feira.

Cuca e Felipe Melo tiveram contatos rápidos desde o retorno do meio-campista aos treinamentos junto ao grupo de jogadores. Na última terça-feira, comandante e comandado conversaram rapidamente no gramado, antes do volante ir aos fundos da Academia de Futebol para uma atividade física na caixa de areia.

Um dos motivos do afastamento de Felipe Melo se relacionava diretamente ao estilo de jogo proposto por Cuca no Palmeiras. O treinador julgava que o meio-campista não "encaixava", motivo alegado para a dispensa da partida contra o Avaí, no fim de julho, que gerou o estopim para o afastamento do atleta do dia a dia palmeirense.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos