Torcidas se mobilizam para ajudar filho com câncer de jogador da Copinha

Thiago Rocha

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/SporTV

    Igor ficou um mês longe do filho para se preparar para o torneio no Maranhão

    Igor ficou um mês longe do filho para se preparar para o torneio no Maranhão

A vitória por 5 a 0 ficou em segundo plano. O que cativou a torcida do Palmeiras na última sexta-feira (5), após a goleada sobre o Moto Club-MA pela Copa São Paulo de Juniores, foi a entrevista pós-jogo de Igor, camisa 10 do clube maranhense. Ao canal SporTV, ele contou que não via o filho há um mês e que o garoto sofria com um câncer maligno nos olhos. Apesar da derrota e da eliminação precoce no torneio, ele estava feliz por, enfim, ter mais tempo para se dedicar ao caso.

A reação foi imediata. Nas redes sociais, palmeirenses começaram a se mobilizar para saber mais informações e descobrir se Igor e seus familiares precisavam de ajuda financeira ou orientação médica. Na TV, o jogador do Moto Club não disse o nome do filho nem a idade, mas contou que ele foi transferido de São Luís, no Maranhão, para São Paulo para receber tratamento mais adequado.

O Twitter virou o canal de comunicação em comum e trouxe junto a solidariedade de torcedores de outros clubes, como atleticanos e corintianos. Com a agilidade que a internet permite, integrantes do Moto Club-MA e do Taubaté, clube da cidade que sedia as partidas do grupo do Palmeiras na Copinha, foram encontrados até que fosse possível chegar até Igor.

Descobriu-se, então, que o menino se chama Davi Lucas, tem 2 anos e está internado no Hospital Santa Marcelina, na Zona Leste de São Paulo, referência em oncologia infantil e pertencente à rede pública.

A família veio para São Paulo há um mês: Igor, Davi Lucas, Ademilda, a mãe, e Angelica, a cunhada. Eles estão morando no Instituto Luz do Amanhã, que oferece abrigo a famílias de crianças passando por tratamento contra câncer, no Jardim Norma, na Zona Leste.

"Foi tudo muito rápido, faz seis meses que descobrimos o câncer. A gente se mudou para São Paulo em um ato de desespero. Não conhecia nada nem ninguém, mas pela saúde dele a gente fica o tempo que for preciso", disse Angelica ao UOL Esporte.

O caso é delicado. O menino já perdeu a visão do olho direito. O tratamento agora é evitar que o lado esquerdo também deixe de funcionar, além de preservar a vida da criança da forma menos agressiva possível. Em São Paulo, Davi Lucas já fez um tratamento quimioterápico e terá consulta ainda em janeiro com um oftalmologista para avaliar a real situação do olho que restou.

A reportagem apurou que a situação de Davi Lucca chegou ao conhecimento de conselheiros do Palmeiras, que pediram auxílio a médicos conhecidos especializados em câncer para entender melhor o caso, saber se o garoto estava bem assistido no hospital e se a família precisava de alguma orientação.

"O pessoal chegou à conclusão de que o início do tratamento foi muito bom e que agora, apesar da gravidade, eles vão acompanhar o andamento do caso", contou Jota Christianini, pesquisador da história do Palmeiras e um dos muitos torcedores sensibilizados com o caso.

"O Davi que derrubou Golias"

Arquivo Pessoal
O jogador Igor Neves e Davi Lucas, seu filho de 2 anos

Igor Neves do Nascimento, de 20 anos, maranhense de Paço do Lumiar, é de origem humilde. A mudança repentina para São Paulo trouxe complicações financeiras à família. Por isso, foi convencido a divulgar uma conta corrente para receber doações e que vem sendo divulgada nas redes sociais.

O camisa 10 do Moto Club-MA disse ao UOL Esporte, neste domingo, que não recebe salário há 13 meses. Ele ganha, ou deveria ganhar, R$ 2 mil mensais. "Na sexta-feira [dia do jogo contra o Palmeiras na Copinha], eles me deram 300 reais. É alguma coisa, mas não ajuda quase nada."

A reportagem tentou contato com Célio Sergio, presidente do clube maranhense, mas ele não atendeu às ligações e nem respondeu às mensagens enviadas até a publicação do texto.

Apesar da semelhança, Igor não batizou Davi Lucas inspirado no filho de Neymar (Davi Lucca). Ironicamente, a ideia do nome simboliza a atual situação do garoto, que precisa ser forte para vencer um enorme desafio. "É o Davi que derrubou Golias. Ficou bonito", disse o jogador, citando a passagem bíblica do camponês que derrota um temido guerreiro e se torna rei do povo hebreu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos