Palmeiras entra com recurso para retomar ação de R$ 14 mi contra WTorre

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Allianz Parque é motivo de disputa judicial milionária entre Palmeiras e WTorre

    Allianz Parque é motivo de disputa judicial milionária entre Palmeiras e WTorre

O Palmeiras apresentou um recurso na Justiça para retomar uma ação de quase R$ 14 milhões contra a WTorre, construtora que administra o Allianz Parque. O processo foi extinto pela juíza Valéria Longobardi, da 29ª Vara Cível de São Paulo, na última quarta-feira, mas o clube argumentou que houve ausência de análise de um dos documentos essenciais ao caso – justamente o que demonstraria a dívida da WTorre. A análise desse documento pode fazer com que a execução seja retomada.

O processo foi movido pelo Palmeiras em dezembro do ano passado e cobra R$ 13.957.544,65 da Real Arenas, empresa criada pela WTorre para a operação do Allianz Parque. O clube alviverde alega que a construtora não pagou valores referentes a lucros a que o clube tem direito em eventos no estádio, além de multas previstas para quando o time precisa jogar fora de seu estádio devido a shows. Já a defesa da WTorre diz que o processo foi movido por "pirraça" e argumenta que também não há consenso sobre qual das partes deve arcar com os custos do estádio em dias de jogo.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, leia a coluna De Primeira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos