Jogador se desculpa após chamar atletas do SP de "carniças" em áudio vazado

Ana Carolina Silva

Do UOL, em São Paulo

  • Thomaz Januzzi/Novorizontino

Depois de se referir aos jogadores do São Paulo como "carniças", o zagueiro Anderson Salles, do Novorizontino, pediu desculpa ao Tricolor. Embora tenha sido gravado no sábado, após a derrota de sua equipe para o Palmeiras, o áudio foi vazado neste domingo (18) e foi publicado inicialmente pelos canais Esporte Interativo.

"Nós ficamos só atrás do Palmeiras e do Corinthians [na tabela de classificação do Paulista], mano. (...) Ficamos na frente de Santos e São Paulo. A gente deu o azar de pegar o Palmeiras no mata-mata... Se nós pegássemos um São Paulo da vida, meu filho... Seria de igual para igual com aquelas carniças", disse o zagueiro em conversa com um amigo.

Em nota oficial enviada ao UOL Esporte, Anderson Salles afirma que nunca teve a intenção de ofender os jogadores são-paulinos. "Garanto que em nenhum momento quis desmerecer o time do São Paulo, como está circulando nas redes sociais. Realmente, na classificação geral do Campeonato Paulista, nós ficamos em terceiro lugar, na frente de São Paulo e Santos, os ditos grandes do estado", comentou.

O time de Novo Horizonte é o adversário do Palmeiras nas quartas de final do Campeonato Paulista; no primeiro jogo, a equipe alviverde venceu por 3 a 0 com gols de Dudu, Willian e Keno. A partida de volta acontece na quarta-feira (21), às 21h45, no Allianz Parque. O Verdão também foi mencionado no áudio de Anderson Salles.

"O elenco do Palmeiras é muito qualificado. Saiu o Borja e entrou o Keno, que é rápido pra caramba. Aí saiu Lucas Lima e entrou o gringo lá [Guerra], esqueci o nome daquela carniça. (...) O gringo é um carnicento, esse Borja aí. Em toda jogada que os caras lançam para ele, ele só vai no corpo. Não vai nem na bola. Ele é bom de bola", disse o atleta na gravação.

O zagueiro diz que costuma se referir aos amigos com o termo "carniça".

Confira a nota completa de Anderson Salles:

Em relação ao áudio vazado no aplicativo WhatsApp, assumo que foi eu mesmo quem mandou. Estava conversando com um amigo após o jogo de ontem (17 de março), e comentei sobre nosso adversário.

Garanto que em nenhum momento quis desmerecer o time do São Paulo, como está circulando nas redes sociais.

Realmente na classificação geral do Campeonato Paulista nós ficamos em terceiro lugar, na frente de São Paulo e Santos, os ditos grandes do estado. E quando me dirigi ao atacante Borja, do Palmeiras, o chamando de "carniça", não foi no modo pejorativo, tanto que trato assim meus amigos do elenco. O que quis dizer é que é um atacante chato, difícil de enfrentar e que não desiste das jogadas.

Caso alguém tenha se sentido ofendido, peço desculpas, mas não foi minha intenção ofender nenhum companheiro de profissão e muito algum clube.

Anderson Salles - zagueiro do Novorizontino

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos