Dérbi "invade" Libertadores e já faz Palmeiras entrar no clima de final

Danilo Lavieri e Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

  • Ale Cabral/AGIF

    Palmeiras enfrentou o Alianza Lima ouvindo gritos da torcida sobre o Corinthians

    Palmeiras enfrentou o Alianza Lima ouvindo gritos da torcida sobre o Corinthians

O Palmeiras vive uma expectativa grande para decidir o título do Campeonato Paulista contra o Corinthians, mas teve que "virar a chave" na última terça para encarar o Alianza Lima na Libertadores. Só que mesmo com os jogadores se esforçando para esquecer a partida contra o rival no próximo domingo, não teve jeito: o clima do dérbi invadiu o Allianz Parque e já fez os alviverdes começarem a viver a finalíssima. Cliquei aqui e veja os gols da vitória do Palmeiras.

A própria escalação de Roger Machado confirmou o peso maior da final do Paulistão para a semana palmeirense. Quatro titulares foram poupados: Marcos Rocha, Victor Luís, Bruno Henrique e Willian. Os três primeiros apresentaram incômodos físicos em jogos recentes e foram preservados para estarem 100% na decisão do estadual.

Com a bola rolando, a torcida não deixou o Palmeiras se desligar completamente do dérbi de domingo. "Se segura, gambazada, que o bicho vai pegar", "filho da p... é corintiano" e "é dia 8" foram alguns dos gritos entoados pelas arquibancadas, todos fazendo referência ao Corinthians, enquanto no campo o Palmeiras enfrentava o Alianza Lima.

O próprio elenco palmeirense teve uma dificuldade maior para se concentrar na partida contra os peruanos, como Felipe Melo admitiu após a partida. O volante, que não vai jogar contra o Corinthians por ter sido expulso no jogo de ida, disse que o time estava com a cabeça na final e que foi difícil "mudar o chip" para a Libertadores.

"Confesso que esse jogo de hoje era uma preocupação nossa, porque era muito difícil a gente começar o jogo sem pensar domingo no clássico. Mas graças a Deus deu tudo certo. Agora a gente vai treinar, concentrar muito e correr o dobro para a gente trazer esse título pra cá", disse o camisa 30.

Apesar dessa dificuldade, o Palmeiras fez um de seus melhores jogos do ano contra o Alianza. Aproveitando-se também da fragilidade na marcação da equipe peruana, o alviverde dominou completamente a partida e construiu a vantagem com tranquilidade. Moisés, que Roger indicou como provável titular no domingo, jogou 90 minutos pela primeira vez na temporada e terminou a partida sentindo o cansaço.

Agora, com a Libertadores para trás, o time pode finalmente se concentrar totalmente na decisão. A bola rola a partir das 16h do domingo, no Allianz Parque, e o Palmeiras joga pelo empate graças à vitória por 1 a 0 no jogo de ida.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos