Roger tenta deixar final do Paulista para trás antes de dérbi: "Outro jogo"

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

    Roger Machado vai enfrentar o Corinthians pela terceira vez na temporada

    Roger Machado vai enfrentar o Corinthians pela terceira vez na temporada

O técnico Roger Machado não quer saber de reflexos da final do Campeonato Paulista interferindo no reencontro entre Palmeiras e Corinthians, que acontece neste domingo (13), pelo Brasileirão, no estádio alvinegro em Itaquera. Em entrevista coletiva nesta sexta (11), ele direcionou esforços para separar o próximo jogo daquele que terminou dentro de campo, mas ainda gera briga nos tribunais.

"É outro jogo, completamente à parte da decisão do Paulista. É início de Brasileiro, um campeonato longo, e a gente sabe que o início é sempre importante. Depois de 12 rodadas, o campeonato vai parar. Iniciamos bem, e a ideia é fazer a manutenção do bom momento. É um clássico diferente daquele, entramos com o sentimento de conquistar três pontos do Brasileiro. O que passou ficou para trás", disse Roger.

Após perder a final do estadual nos pênaltis para o Corinthians, o Palmeiras se indignou com o que considera uma interferência externa na arbitragem. O juiz Marcelo Aparecido voltou atrás na marcação de um pênalti de Ralf sobre Dudu, após oito minutos de paralisação. Por isso, o clube alviverde tenta impugnar a final: já teve um inquérito arquivado e um pedido rejeitado no TJD-SP, mas levou a questão ao STJD e pretende também acionar a Justiça comum.

Para Roger, nada disso deve entrar em campo no domingo. "O jogo do campo já terminou. O Palmeiras, como instituição, tem direito de procurar ser ressarcido pelo prejuízo que imagina ter tido. Eu não gostaria de desviar o foco. O que aconteceu ficou para trás. Para a gente o mais importante é o jogo. Se eu desviar por algum motivo o foco do campo, a gente corre o risco de não estar inteiro no clássico. Vamos deixar para as instâncias acima e confiar que seja feita a justiça devida".

Apesar de falar o mínimo possível da animosidade extracampo gerada pela final do Paulistão, o treinador palmeirense contou o que o time pode tirar daquela decisão.

"Não só no primeiro jogo, mesmo no jogo que decidiu o título, nós martelamos e buscamos a vitória o jogo inteiro. Claro que a vitória no primeiro clássico acaba sendo mais lembrada. Se leva muita coisa dos jogos, a estratégia, olhar novamente e ter a confirmação de que algumas coisas se mantêm na equipe do Carille. Temos que saber marcar muito bem o Corinthians", disse Roger.

O único desfalque do Palmeiras para o dérbi será Felipe Melo, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Thiago Santos será o substituto. O time faz mais dois treinos fechados, sexta e sábado, para fechar a preparação. A bola rola a partir das 16h de domingo, na Arena Corinthians.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos