Topo

Futebol


Bilhete muda rumo da Holanda e da França na Liga das Nações

O bilhete que mudou o rumo da Holanda na Liga das Nações  - Reprodução Twitter
O bilhete que mudou o rumo da Holanda na Liga das Nações Imagem: Reprodução Twitter

Do UOL, em São Paulo (SP)

20/11/2018 14h33

Um bilhete foi um dos grandes responsáveis pela classificação da Holanda para a semifinal da Liga das Nações. Os holandeses enfrentaram na última segunda-feira (19) a Alemanha e precisavam ao menos de um empate na Veltins-Arena, em Gelsenkirchen, para se classificar para a próxima fase.

A situação não era boa. Na saída para o intervalo a Holanda perdia por 2 a 0, gols de Timo Werner e Leroy Sané para os alemães. O tempo passava e o placar continuava o mesmo. Foi quando, aos 35 minutos do segundo tempo, o zagueiro Virgil van Dijk recebeu um bilhete de seu companheiro de zaga, Matthijs de Ligt.

O momento que van Dijk recebe o bilhete de Ligt que o instrui a virar atacante  - Reprodução Youtube
O momento que van Dijk recebe o bilhete de Ligt que o instrui a virar atacante
Imagem: Reprodução Youtube

A partir daquele momento, van Dijk virou atacante e, três minutos depois, aos 38 minutos, a Holanda descontou com Quincy Promes. Depois do gol, a equipe se atirou ao ataque e, no 'apagar das luzes' conseguiu o gol de empate que dava a classificação à próxima fase - e eliminava a França da fase final da competição.

O bilhete recebido pelos zagueiros tinha mudanças táticas. O responsável foi Dwight Lodeweges, assistente técnico do treinador Ronald Koeman. Após a partida o técnico holandês afirmou que a alteração não partiu dele.

"Eu recebi o bilhete do Lodeweges (Dwight), mas não sabia o que estava escrito lá. Claro que conversamos sobre táticas eventuais, e que talvez viesse uma pressão no final. Mas com 2 a 0 eu não queria nada. Com 2 a 1... sim", afirmou o ex-jogador.

Os jornalistas ficaram intrigados com o acontecimento durante a partida e foram atrás do bilhete que mudou a história do jogo. Quem o encontrou foram dois que tem muita familiaridade com o futebol: Van der Vaart (que anunciou sua aposentadoria recentemente) e Van Hooijdonk, jogadores de gerações passadas da seleção da Holanda e que atualmente trabalham juntos nas transmissões de jogos pela rede de televisão holandesa Nos.

No bilhete é possível ver que van Djik foi instruído a formar a dupla de ataque com Luuk de Jong, que entrou aos 20 minutos do segundo tempo. O lateral Kenny Tete recebeu a ordem de virar um ponta direita e Daley Blind, que começou a partida como lateral-esquerdo, se tornou zagueiro.

Durante uma entrevista feita pelos ex-jogadores, Van der Vaart brincou com Koeman. "Gostaria de receber sua carta de volta?"

O técnico sorriu e disse: "Não, eu lembro desse arranjo".

Mais Futebol