Inter freia gastos e precisa de ao menos R$ 15 mi para manter emprestados

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

    Rossi comemora gol marcado sobre o Corinthians; jogador não deve ficar no Inter

    Rossi comemora gol marcado sobre o Corinthians; jogador não deve ficar no Inter

O Internacional está de vez pensando na temporada 2019. Além da renovação de contrato do técnico Odair Hellmann, o Colorado reforça o monitoramento de jogadores e a análise do grupo. E pesa, principalmente, o lado financeiro para manter os jogadores emprestados por outros clubes. 

Em dois casos específicos, o dinheiro é fator ativo na negociação. Primeiro em relação ao lateral direito Fabiano, de 27 anos, que pertence ao Palmeiras. Com a recusa do time paulista em renovar o vínculo por empréstimo, resta ao time gaúcho exercer a cláusula de compra de R$ 4 milhões. O valor, contudo, é considerado alto nos corredores do Beira-Rio. 

Ainda mais caro é o atacante Rossi. Vinculado ao Shenzen, da China, o atleta de 25 anos tem cláusula de compra que se aproxima de R$ 11 milhões. Ou seja, para manter ambos são necessários R$ 15 milhões. 

Duas situações, porém, começam a se encaminhar. Primeiro a do volante Rithely. Com o jogador recuperado da temporada de lesões, na qual realizou apenas duas partidas, no princípio do ano, ainda pelo Sport, o clube de Porto Alegre exercerá a cláusula de renovação automática do vínculo, que o manterá por mais um ano na equipe ainda emprestado pelos pernambucanos. 

Outra situação pendente é a do meia-atacante Wellington Silva. O jogador tem vínculo com o Fluminense, mas o clube carioca passa por problemas financeiros ainda maiores do que os do Inter. Por isso, não tem condições de arcar com o salário dele em sua folha mensal. Com isso, o time gaúcho já se acertou com o atleta para mais um ano emprestado e resta a anuência do Tricolor das Laranjeiras, que pode até receber algum jogador do Inter em molde semelhante. A direção, inclusive, já repassou uma lista com jogadores que voltam de períodos emprestados, o meia Camilo e outros jogadores do elenco atual do Inter. 

Neste momento, a direção vermelha afirma que analisa os próximos passos e não descarta manter qualquer jogador. Porém, a condição de compra dificultada pelos altos valores envolvidos complica as permanências de Rossi e Fabiano. 

O Internacional encerra a temporada no domingo, contra o Paraná. Com o terceiro lugar garantido na classificação do Campeonato Brasileiro, o time de Odair Hellmann mira apenas bater seu recorde de pontuação no campeonato sob o atual formato (pontos corridos com 20 clubes). Para isso, basta vencer o último colocado na competição a partir das 17h (de Brasília), na Vila Capanema. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos