A gente tem que rebater com ações, diz Marta sobre polêmica na Bola de Ouro

Do UOL, em São Paulo

  • Lucas Figueiredo/CBF

    Sem prêmio da France Football, Marta ganhou homenagens de ESPN e da CBF (foto)

    Sem prêmio da France Football, Marta ganhou homenagens de ESPN e da CBF (foto)

Seis vezes eleita melhor jogadora do mundo, Marta comentou nesta terça-feira (4) a polêmica envolvendo a premiação da Bola de Ouro, entregue na véspera pela revista France Football.

Premiando pela primeira vez uma jogadora, o evento ficou marcado por um momento embaraçoso envolvendo a vencedora, Ada Hegerberg. Isso porque o apresentador e DJ Martin Solveig pediu para a jogadora dar uma "reboladinha".

"Um erro de um cara que, talvez, não pensou na hora, não soube colocar as palavras corretamente. Se tratava de uma premiação do esporte. Triste, porém a gente tem que rebater com ações", falou Marta, em participação no programa Bate-Bola Debate, da ESPN Brasil.

Leia também:

A camisa 10 da seleção brasileira aproveitou para parabenizar a colega pela conquista. "A Ada é uma companheira de trabalho, joga muito, mereceu ganhar. Joga no melhor time da Europa (Lyon), fez uma grande temporada", felicitou.

Marta ainda falou sobre as homenagens que recebeu na segunda-feira. Ela ganhou a Bola de Ouro da ESPN e um troféu durante o Prêmio Craque do Brasileirão 2018.

"Mesmo não jogando no Brasil, poder receber essas homenagens é gratificante. Não imaginava que iria acontecer. Normalmente as homenagens vêm sempre depois. Receber essas homenagens no meu país e em atividade é especial", falou a jogadora.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos