Alvo de Corinthians e Atlético-MG, Diego Tardelli se despede de time chinês

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Reprodução

    Tardelli comunicou nesta quarta-feira (5) a saída do Shandong Luneng

    Tardelli comunicou nesta quarta-feira (5) a saída do Shandong Luneng

Diego Tardelli se despediu publicamente do Shandong Luneng. Nesta quarta-feira (5), o atacante se pronunciou por intermédio de sua assessoria de imprensa para confirmar a saída do time chinês que defendia desde 2015. O atacante é alvo de clubes como Corinthians e Atlético-MG, mas não descarta permanecer no país asiático em outra equipe.

"Saio orgulhoso e com o sentimento de dever cumprido. Sempre fui bem tratado por todos no clube, desde os funcionários, até os meus companheiros e a torcida. Deixo grandes amigos por lá e só tenho que agradecer por tudo o que vivi nesses últimos anos", afirmou o atacante, que evitou dar pistas sobre o futuro.

"Estou supertranquilo e já conversei com o meu empresário. Sei que tem clubes do exterior e do Brasil interessados e ele sabe o que eu pretendo fazer. Assim que as coisas forem se ajeitando, vou conversar com a minha família e definiremos o melhor para nós", acrescentou o atacante.

O interesse do Corinthians por Tardelli é antigo; todavia, se intensificou desde novembro. O clube do Parque São Jorge abriu negociações para trazer o atacante, mas esbarra nas próprias limitações financeiras. 

O presidente Andrés Sánchez disse que não irá "fazer loucuras" para trazer o jogador campeão da Libertadores por São Paulo e Atlético-MG. O Corinthians ainda tem como política impor o teto de R$ 400 mil por mês aos atletas, salário incompatível ao recebido por Tardelli durante a passagem pela China.

O Atlético-MG, por outro lado, também briga com o Corinthians para ter de novo Tardelli no elenco. O clube de Belo Horizonte tentou ter preferência para um possível retorno do atleta ao Brasil, mas não obteve sucesso. 

Pessoas ligadas ao jogador, contudo, creem que Diego Tardelli vai optar por seguir no futebol chinês. No país asiático, o atacante é valorizado e tem propostas na mesa para finalizar o processo de "independência" financeira. O jogador e a família se encontram adaptados ao país e consideram permanecer "mais alguns anos" na China,

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos