PSG terá que vender Mbappé, diz jornal; Time chama artigo de esquizofrênico

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Stephane Mahe

O problema com o fair play financeiro da Uefa obrigará o PSG a vender uma de suas estrelas. De acordo com o jornal "L'Équipe", o clube francês optou em negociar Kylian Mbappé em um futuro próximo, entendendo que Neymar tem mais impacto comercial e técnico e seria mais fácil recuperar os 180 milhões de euros investidos no francês.

Tão logo a publicação francesa noticiou a decisão, o PSG emitiu um comunicado oficial chamando o artigo do jornal de "esquizofrênico" e afirmando que não negociará nenhuma de suas estrelas.

"Além de negar veementemente as afirmações erradas, ridículas e que apenas servem para criar um clima de tensão entre o clube e a imprensa, o PSG se impressiona, mais uma vez, com a desonestidade intelectual do L'Équipe e as segundas intenções de sua linha editorial", disse o clube, citando uma notícia da última semana sobre um mal-estar envolvendo a situação de Edinson Cavani.

O Fair-Play financeiro da Uefa barra investimentos externos acima de 15 milhões de euros (R$ 63,1 milhões) nos clubes aderidos. Só em 2015, o PSG recebeu 100 milhões de euros (R$ 421 milhões) de investidores do Qatar, e o City recebeu 26 milhões de euros (R$ 109,4 milhões) a mais do que o escrito no contrato. Estes documentos foram obtidos pelo Football Leaks, que trabalhou em conjunto com o coletivo European Investigative Collaboration (EIC). A Uefa descobriu que os dois times burlavam a ordem por meio de contratos de patrocínio superfaturados, mas negociou diretamente com o clube uma maneira de mantê-los isentos e evitar medidas como a exclusão da Liga dos Campeões da Europa, por exemplo. Os acordos vinham sendo mantidos em segredo, mas já repercutiram entre dirigentes.

Gianni Infantino, atual presidente da Fifa e citado nominalmente no caso, reagiu e se disse vítima de perseguição em sua tentativa de moralizar o futebol internacional. O Manchester City, por sua vez, ainda não se manifestou oficialmente sobre o tema. O Football Leaks também revelou que 11 grandes clubes europeus trabalham nos bastidores para criar a Superliga Europeia, que poderia substituir a Liga dos Campeões no futuro, e outras denúncias devem ser publicadas nas próximas semanas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos