Topo

Futebol


No Inter, Bruno luta contra sina na lateral direita e quer dosar avanços

Ricardo Duarte/Inter
Lateral direito Bruno apresentado pelo Internacional no CT do clube Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

2019-01-12T10:31:42

12/01/2019 10h31

Apresentado pelo Inter na última sexta-feira, o lateral direito Bruno, de 33 anos, usa experiência para dosar avanços. Mesmo que não seja o mesmo dos tempos de Fluminense e São Paulo, ele acredita que possa contribuir com a qualidade ofensiva como principal característica. E no Colorado, ele luta contra uma sina. 

A alternância na posição é realidade no clube do Beira-Rio. Alemão, Ruan, Zeca, Fabiano, Dudu, todos foram contratados e não conseguiram se firmar no posto.

Quem mais durou foi o Fabiano, que voltou ao Palmeiras após empréstimo e, mesmo investindo, o Inter não conseguiu que retornasse a Porto Alegre. 

"Quem acompanhou o campeonato que o Inter fez o ano passado, todo mundo falou bem. É manter este foco, o Inter está se reforçando e acredito que a gente tem que conquistar todos títulos, todo jogo ser final, é uma responsabilidade muito grande, um grupo de qualidade, tem que estar unido e por isso em campo", disse Bruno. "É um sonho vestir hoje essa camisa, me apresentar aqui, é uma oportunidade única. Passei por grandes clubes e buscamos a excelência. Se tratando de Inter, de um grande ano, é uma briga sadia e tem muitos jogos. Quem o professor optar estará bem para representar. É o grupo se unir para que possamos ali na frente conquistar títulos", completou. 

Hoje com 33 anos, o jogador admite que não é mais o mesmo de repetir arrancadas o jogo todo, mas aposta em qualidade para mostrar sua principal característica: o ataque. 

"O tempo vai nos ajudando, a experiência. Sou um jogador bem ofensivo, mas, como falei para preparação física, hoje em dia não basta quantidade, mas qualidade. Se for três vezes na linha de funda e uma ou outra ser gol, vale. A primeira função do lateral é marcar. Aprendi isso. Tem que mesclar. Ser ofensivo e estar sempre firme para não tomar gol", disse. "São vários jogos, competições, precisa estar bem. É uma responsabilidade muito grande, e quero recuperar o Bruno que ia para cima do adversário, que ajudava. Espero o apoio de todos para que possamos o mais rápido possível estar bem fisicamente e tecnicamente", completou. 

A concorrência será com Zeca, que carrega grande expectativa da direção. Contratado do Santos no ano passado, ele não realizou a pré-temporada pois estava afastado por lá e agora, com os treinamentos completos, o Inter espera que evolua. 

As atividades seguem no CT Parque Gigante. A estreia do Inter na temporada será dia 20, contra o São Luiz. 

Mais Futebol