Topo

São Paulo

Sem troca, São Paulo pode ficar com Nenê até o início do Brasileirão

Marcello Zambrana/AGIF
Nenê tem contrato com o São Paulo até 31 de dezembro deste ano Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

2019-03-12T16:03:00

12/03/2019 16h03

A situação de Nenê no São Paulo segue indefinida. Até agora, o clube paulista não recebeu nenhuma proposta considerada satisfatória e, assim, não quer se desfazer do veterano de 37 anos. O cenário considerado ideal pelo Tricolor para uma liberação imediata é trocá-lo por outro jogador, algo que ainda não foi apresentado por nenhum dos interessados no camisa 10, que se recupera de lesão no joelho esquerdo.

O Fluminense é o principal candidato a contratar Nenê e por enquanto vetou todas as sugestões de troca feitas pelo São Paulo, inclusive nas conversas entre os presidentes Pedro Abad e Carlos Augusto de Barros e Silva, respectivamente. O Fortaleza, outro que fez consulta pelo meia, também não conseguiria se encaixar no formato desejado pelos são-paulinos.

Uma troca é considerada a única opção viável porque o Tricolor Paulista não quer apenas enfraquecer o elenco na reta final do Campeonato Paulista. Se ninguém oferecer um jogador por Nenê, o armador será mantido e aproveitado pelo técnico interino Vagner Mancini. Depois, caberá a Cuca analisar se conta com ele no início do Campeonato Brasileiro ou se novas negociações serão abertas.

O novo treinador quer reformular o elenco e já comunicou à diretoria quais jogadores podem ser liberados para negociar. Diego Souza era um deles e já foi emprestado ao Botafogo. A ideia é abrir espaço na folha salarial para que atletas indicados por Cuca possam ser contratados. Nomes como Róger Guedes, Keno e Tchê Tchê já foram sugeridos, mas o São Paulo não teve sucesso nas conversas até o momento.