Topo

Santos

Pepe nem sabia o que era o YouTube, agora conta histórias em canal na web

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-03-20T12:00:00

20/03/2019 12h00

O maior artilheiro do Santos entre os humanos, como o próprio se autodenomina para reverenciar Pelé, virou "youtuber". José Macia, o Pepe, agora tem o próprio espaço no Youtube para contar causos, perfilar ex-companheiros e trazer para o mundo moderno o legado da vitoriosa carreira pelo clube paulista e pela seleção brasileira. O eterno craque chegou aos 1.000 inscritos e leva a sério a empreitada, embora ainda aprenda na prática sobre a nova forma de se comunicar com os admiradores.

"Não sabia o que era o YouTube. Confesso que só ouvia falar, não sabia muito. Fico até meia-noite vendo futebol, mas pela televisão. Seja no Brasil, China, jogo do Guardiola... Estou atento a tudo. Mas estes detalhes, eu deixo lá com a minha filha. Já completei 84 anos, tenho que me cuidar, né? Coração está bom, a pressão 12/8. Pô, mesma pressão da época de futebol [risos]", diverte-se Pepe, em conversa com o UOL Esporte.

Não entendo nada. Só vou lá e conto as histórias [risos]".

O Canal Pepe 11 mistura produção familiar, amizade e profissionalismo. O ex-jogador tem como parceiros no projeto a filha, Gisa Macia, e o amigo Arnaldo Hase, da Soccer Media. É a mesma empresa responsável pela TV Palmeiras, dona de mais de 1 milhão de inscritos na plataforma.

"Meu pai não é nada tecnológico, nem sabe direito o que é o YouTube. Ele adora contar as histórias, tem boa memória com os cadernos dele e conta tudo com muito humor. Parte tecnológica ele não entende direito, explicamos para ele e às vezes ele fica meio perdido [risos]", contou Gisa, antes de detalhar mais a (falta de) relação de Pepe com a tecnologia moderna.

"É até engraçado. Ele teve celular, mas desistiu. Disse que não gosta, tem muito botão. Sempre fala: 'celular é para falar, mandar mensagem e pronto'. Às vezes, coloco fotos para ele ver no meu iPhone, digo para passar, mas aí ele aperta botão errado e somem as fotos. Aí ele diz: 'não quero mais mexer nisso aqui, é muito complicado'. Claro, ele gosta de ver, mas temos que mastigar tudo", acrescenta.

O canal de Pepe é tratado como um investimento de conteúdo a médio prazo, como conta Arnaldo Hase. Da amizade iniciada quando comandou o canal da Santos TV na internet, o profissional que dividia chás com o ex-jogador na Vila Belmiro atua como um professor nesta nova fase da vida do "Canhão da Vila".

"Pepe está aprendendo. (...) Semana passada, tivemos uma diária com ele e falamos: 'Vamos ver o vídeo que publicamos'. Ele perguntou: 'já foi publicado, meu filho?'. Pepe adorou, assistiu rindo, como se fosse outro cara falando. Demos [Arnaldo e Gisa] uma lição para ele", conta.

Pepe é a estrela. Vai lá e grava com a gente. A memória dele é impressionante".
Arnaldo Hase, da Soccer Media

"Queremos deixar o legado dele para a memória do futebol brasileiro, porque o Pepe lembra de tudo com muito detalhe. Vamos estruturar o canal, queremos ter 60 vídeos para poder crescer. Ele tem tiradas impressionantes, é muito engraçado. Queremos mostrar o Pepe que conhecemos na intimidade", acrescenta.

De acordo com Arnaldo Hase, o planejamento a médio prazo mira tornar o ex-jogador um nome influente na plataforma. Para isso, até o fim de março, um vídeo por semana será publicado. A partir de abril, serão dois: um com causos sobre a carreira do ex-santista e outro com perfis de personagens que conviveram com Pepe, como Pep Guardiola, comandado pelo "Canhão da Vila" quando ainda jogava no futebol árabe, e, obviamente, Pelé, parceiro na Era de ouro do Santos. O canal serve para mostrar o lado mais feliz do ídolo santista.

"Eu estou lá no YouTube só para mostrar o que tenho de futebol, são mais de 60 anos de futebol na veia. Comecei lá com 16 no infantil do Santos e até hoje estamos na ativa. É um privilégio que tenho de ser este cara feliz. Ter jogado e treinado jogadores como Pelé, Coutinho, Pagão, Guardiola...Sou um cara muito feliz", ressaltou o youtuber Pepe.