Topo

Palmeiras

Felipão: "O árbitro não manda nada. Se assobiar na cabine, o cara troca"

Siga o UOL Esporte no

Danilo Lavieri e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

2019-03-30T20:35:04

30/03/2019 20h35

Felipão deixou bem clara a sua insatisfação com a atuação do árbitro de vídeo no empate em 0 a 0 entre São Paulo e Palmeiras neste sábado. Em entrevista coletiva após o jogo, o treinador não poupou palavras para criticar o procedimento adotado no Morumbi e em outras partidas.

A cartilha da Federação Paulista de Futebol pede que lances de pênalti sejam cancelados apenas em erros claros e óbvios. Dudu, por sua vez, afirmou ter sido puxado.

"Eu já disse uma vez, que não tem o que falar. Todos estão vendo que quem manda no jogo é quem está na cabine. Se assobiar na cabine, o cara troca aqui. O árbitro não manda mais nada, zero, ele não toma decisão nenhuma. Ele está esperando que o lá de cima fale alguma coisa. Ele não tem autoridade mais nenhuma. Zero. Não é pelo jogo de hoje. Está sendo assim em todo lugar. Aqui, no Rio... Ou eles colocam o VAR para funcionar e dão a capacidade para o árbitro ser árbitro ou vão decidir por ele, vão decidir pela TV. E se eu mexer pela TV, dá para mexer um pouco para lá e um pouco para cá", iniciou, para depois fazer uma análise tática.

"Se foi pênalti ou não, não vamos discutir. O jogo foi muito bem. O nosso time e o deles jogaram bem. Gostei bastante das modificações do Mancini, a forma que o São Paulo mudou o time. Ótimo ver o trabalho bem feito pelo Mancini e ver a minha equipe trabalhando de uma forma interessante", completou.

O treinador afirmou que as polêmicas com os árbitros e o rompimento entre a diretoria palmeirense e a cúpula da Federação não tiram de sua equipe a vontade de levar o título.

"O Paulista representa tudo o que eu disse desde o início. Embora a Federação não valorize o meu procedimento, eu venho tentando colocar aos meus atletas que é um campeonato espetacular para ganhar. Embora a Federação não valorize isso. Mais tarde, quando eu disser, vocês vão saber. Nós queremos ganhar, mas se não ganharmos não foi capacitado para isso", finalizou.

Beting, sobre empate no Morumbi: "VAR foi melhor que a arbitragem"

UOL Esporte