Topo

Futebol


Grêmio tem ritual de final com show de humor e bênção coletiva ao elenco

Jeferson Guareze/AGIF
Imagem: Jeferson Guareze/AGIF

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

2019-04-18T04:00:00

18/04/2019 04h00

O Grêmio já tem um ritual fora de campo antes das decisões. Renato Gaúcho reúne o elenco todo no hotel que serve de QG, no bairro Moinhos de Vento, e investe no humor e na fé. Depois de vencer o Campeonato Gaúcho em cima do Internacional, o treinador voltou a citar o show de um humorista do Rio Grande do Sul e também contou que o grupo de jogadores recebeu bênção coletiva de um padre.

A conquista do bicampeonato estadual veio nos pênaltis, por 3 a 2, após empate sem gols no tempo normal. O Grêmio ainda fechou o Gaúcho com melhor defesa da história e título invicto - algo que o clube não conseguia desde 1965.

"Queria mandar um abraço pro Paulinho Mixaria, ele é pé quente. Sempre convido, vai e é pé quente mesmo", brincou Renato Gaúcho.

Reprodução
Imagem: Reprodução

O humorista gaúcho foi chamado às vésperas da final da Copa do Brasil de 2016 para quebrar o clima pesado do elenco, comovido com a tragédia da Chapecoense no interior da Colômbia. Com a conquista do título, o show particular do artista gaúcho virou tradição.

"Também preciso agradecer ao Padre João. Ele deu bênção ao nosso grupo, todo o grupo, na capela da Arena. Esses gestos eu faço com o meu grupo por todas as finais", contou Renato.

João Tadeu Amorim já foi capelão do Grêmio e só ficou fora da preparação para as finais de 2018, por motivos de saúde. Na última terça, o sacerdote encontrou os jogadores na capela da Arena e realizou o ato de fé a pedido de Renato Portaluppi.

Mais Futebol