Topo

Futebol


Com golaço de Fred, Cruzeiro vence Dep. Lara e mantém 100% na Libertadores

REUTERS/Manaure Quintero
Imagem: REUTERS/Manaure Quintero

Do UOL, em Belo Horizonte

23/04/2019 18h51

O Cruzeiro segue impecável na Libertadores. Mesmo atuando com um time misto, a equipe mostrou já ter deixado a festa do bicampeonato mineiro para trás e deu mais um passo importante em busca da melhor colocação geral da fase de grupos da Libertadores. Jogando na Venezuela, o time celeste não passou susto algum e venceu o Deportivo Lara por 2 a 0 com gols de Fred e Sassá.

Com o resultado, o clube mineiro foi aos 15 pontos no grupo B, permanecendo com 100% de aproveitamento, dez gols de saldo e nenhum gol sofrido. Antes das oitavas, a equipe ainda fechará sua participação na chave recebendo o Emelec no Mineirão, no dia 8 de maio. Já classificado desde a rodada passada, a equipe segue firme em busca da melhor classificação geral do torneio. Hoje, seus principais concorrentes são os dois paraguaios Cerro Porteño e Libertad, que fizeram 12 pontos nos quatro primeiros jogos.

Quem foi bem: Thiago Neves

Thiago Neves voltou a jogar como titular do Cruzeiro. Conforme já estava previsto, o meia esteve em campo por cerca de 60 minutos, e realizou boas jogadas. Apesar do tempo fora dos gramados, mostrou que ainda está entrosado com os companheiros. Ao lado do artilheiro Fred, foi o melhor atleta em campo.

Arbitragem não vê pênalti, e Cruzeiro reclama

O Cruzeiro começou a partida melhor, avançando suas linhas e criando melhores chances de gol. Aos 15 minutos, Orejuela recebeu de Rafinha, tomou a frente do marcador e foi derrubado pelo adversário. O boliviano Gery Vargas estava de frente para o lance, mas mandou o jogo seguir.

Cruzeiro sobe as linhas, pressiona, e Fred marca golaço

Por causa da baixa estatura, os jogadores venezuelanos preferiam sempre sair jogando pelo chão. Ciente disso, o Cruzeiro subiu suas linhas, marcou pressão e permitiu poucos avanços aos donos da casa, que só ameaçaram no final do primeiro tempo. Dominando a partida, o Cruzeiro foi amadurecendo seu gol aos poucos até terminar com o golaço de Fred. O atacante recebeu de Thiago Neves na entrada da área, virou de frente para o gol e soltou uma pancada que ainda bateu no travessão antes de entrar. 1 a 0.

Raposa cozinha o jogo e assusta quando vai ao ataque

Mesmo com a vantagem mínima, o Cruzeiro tirou o pé no início do segundo tempo. O comportamento gerou alguns ataques do Deportivo Lara, que passou a incomodar, tornando o placar perigoso. Mas quando voltou ao ataque, a equipe de Mano deu novas provas da disparidade técnica entre as equipes. Sem muito esforço, chegou com muito perigo no chutaço de Marquinhos Gabriel, que recebeu de Fred e obrigou o goleiro Salazar a fazer uma brilhante defesa.

Sassá substitui Fred, bate pênalti com paradinha e mata o jogo

Apesar da margem mínima, Mano Menezes aproveitou o jogo morno para rodar ainda mais a equipe. Sassá ganhou uma das chances e substituiu Fred. Poucos minutos depois, a Raposa matou o jogo no contra-ataque que terminou em um pênalti sofrido por Jadson, outro que entrou no segundo tempo. Com paradinha, Sassá foi para a batida, deslocou o goleiro e fechou a conta. 2 a 0 placar final

Partida com os portões fechados

Este foi o último jogo do Deportivo Lara com os portões fechados no estádio Metropolitano de Lara. O local da partida tem capacidade para mais de 40 mil pessoas, e foi construído para a Copa América de 2007. Contra o Corinthians, no ano passado, e também pela Libertadores, o time foi punido por três jogos por causa do comportamento do seu torcedor, que atirou objetos no gramado. Desta forma, a equipe venezuelana só terá seu torcedor ao lado se avançar às oitavas de final

DEPORTIVO LARA-VEN 0x2 CRUZEIRO

Motivo: 5ª rodada, grupo 2 da Libertadores
Data/Hora: 23/04/2019, às 17h (de Brasília)
Local: Estádio Metropolitano de Larae, Cadubare (Venezuela)
Árbitro: Gery Vargas (BOL)
GOLS: Fred, 30'1ºT (0-1), Sassá, 32'2ºT (0-2)

DEPORTIVO LARA: Carlos Salazar; Jefre Vargas, Marcos Miers, Giácomo Di Giorgi e Leonardo Aponte; Jorge Yriarte (Jairo Otero, 24'2ºT), Bernaldo Manzano e David Centeno; Gonzalo Di Renzo (Figueroa, 36'2ºT), Lorenzo Frutos (Freddy Vargas, 9'2ºT) e Jaime Moreno. Técnico: Leonardo González.

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Rafinha (David, 35'2ºT), Thiago Neves (Jadson, 17'2ºT) e Marquinhos Gabriel; Fred (Sassá, 23'2ºT). Técnico: Mano Menezes.

Mais Futebol