Topo

Futebol


Bahia ganha do Corinthians de virada, com direito a golaço de cobertura

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo (SP)

28/04/2019 17h58

O Bahia surpreendeu o Corinthians na estreia do Campeonato Brasileiro com uma vitória de virada por 3 a 2. O time de Fábio Carille se mostrou "retranqueiro" mais uma vez e sofreu a virada com direito a golaço de Rogério, que encobriu o goleiro Cássio para fazer o terceiro dos baianos. Artur e Arthur Caíke marcaram os outros dois gols do time baiano.

Pedrinho abriu o placar para o time de Parque São Jorge, enquanto Clayson fez um belo gol para diminuir para o Timão aos 49 minutos do segundo tempo, mas sem tempo para buscar o empate. Vale ressaltar que o volante Ralf ainda falhou no lance que originou o golaço de Rogério.

Após perder para o Bahia, o Corinthians enfrenta a Chapecoense na próxima quarta-feira, às 16h (de Brasília), em Itaquera, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Já os baianos enfrentam o Botafogo na próxima quinta-feira, no Rio de Janeiro.

O melhor: Rogério entra no 2º tempo e decide

O atacante Rogério, ex-São Paulo, entrou no segundo tempo para decidir o jogo. Ele participou do segundo gol, da virada, e fechou o placar com um golaço de cobertura em cima de Cássio. Vale ressaltar que Rogério ficou o status de melhor em campo pois o jogo também não contou com nenhuma atuação brilhante.

O pior: Pedro Henrique põe o VAR para trabalhar

O zagueiro Pedro Henrique deixou o sistema defensivo do Corinthians bastante inseguro na partida. O VAR, por exemplo, foi acionado duas vezes por conta do jovem defensor. No primeiro tempo, ele se atrapalhou na área e quase provocou um pênalti para o Bahia. O lance só ocorreu pois o zagueiro antecipou Cássio de forma precipitada, chutou a bola para cima, e Nino Paraíba ficou com ela. Na sequência, o lateral caiu em contato com Carlos Augusto. O VAR mandou seguir. Na segunda etapa, Pedro Henrique deu uma trombada em Gilberto dentro da área, e a tecnologia entrou em ação novamente - sem marcar o pênalti. Vale lembrar que o zagueiro ainda perdeu a disputa no alto no primeiro do gol do Bahia.

Pedrinho marca 1º gol em 2019, o 2º do Timão fora da área

Malcon Robert/Agif
Imagem: Malcon Robert/Agif

O meia-atacante Pedrinho repetiu o bom desempenho contra a Chapecoense na última quarta-feira. Hoje, mesmo sem ser brilhante, ele marcou o seu primeiro gol em 2019 em chute da entrada da área após boa jogada de Ramiro. É o segundo gol de fora da área do Alvinegro neste ano. O UOL Esporte revelou esta semana que o técnico Fábio Carille iniciou trabalho para o time chutar mais de fora da área.

Corinthians e Bahia marcam nos descontos do 1º tempo

O duelo entre Corinthians e Bahia estava "sonolento" até aos 46 minutos do primeiro tempo, quando Pedrinho abriu o placar. Dois minutos depois, Arthur Caíke empatou. Antes dos descontos da arbitragem, os goleiros Cássio e Anderson praticamente não trabalharam.

Paulistas e baianos marcavam bastante e até pressionavam saída de bola, mas sem criação nenhuma. Antes do gol de Pedrinho, o primeiro do jogo, os times só ameaçaram uma vez cada um. O Bahia em um chute de Nino Paraíba para fácil defesa de Cássio, enquanto o Timão em chute de Clayson, travado pelo zagueiro baiano.

VAR acionado em Salvador

O VAR foi acionado na Arena Fonte Nova duas vezes. A primeira ocorreu para avaliar um possível pênalti em Nino Paraíba. O lateral caiu na área após contato com o lateral esquerdo Carlos Augusto, mas a arbitragem mandou seguir o jogo após utilizar a tecnologia. Vale ressaltar que o lateral baiano só causou perigo após uma falha do zagueiro Pedro Henrique, que antecipou Cássio e chutou uma bola para cima. No segundo tempo, o VAR avaliou um possível empurrão de Pedro Henrique em Gilberto, mas mandou seguir o jogo novamente.

Corinthians aposta em dobradinha de Ramiro e Pedrinho

Jhony Pinho/Agif
Imagem: Jhony Pinho/Agif

Com a forte marcação do Bahia, o Corinthians apostou em uma dobradinha de Ramiro e Pedrinho durante o duelo em Salvador. Os dois trocavam de posição durante o jogo com o objetivo de confundir a marcação. Em uma das jogadas entre os dois, o Timão abriu o placar: gol de Pedrinho e assistência de Ramiro.

Emoções ficaram para o final do jogo

O segundo tempo repetiu a etapa inicial, pois deixou as emoções para a reta final do jogo. Após boa triangulação com Rogério e Gilberto, o meia Artur chutou forte para virar o jogo para o Bahia aos 30 minutos do segundo tempo. Os baianos já haviam assustado em chute de Moisés que bateu na trave. O time de Carille apostou na "retranca" e se mostrava satisfeito com o empate no segundo tempo até sofrer o gol da virada. Se não bastasse, quando decidiu sair para o jogo em busca do empate, Rogério fez um golaço de cobertura e fechou o placar após falha de Ralf no lance. Clayson ainda descontou no final, mas não houve tempo para buscar o empate

Bahia perde Fernandão com olho roxo

O atacante Fernandão sofreu uma pancada no rosto após dividida com o zagueiro Pedro Henrique e ficou com o olho roxo e inchado. Por conta disso, o centroavante foi substituído por Gilberto aos 23 minutos do primeiro tempo.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 3 X 2 CORINTHIANS

Local: Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 28 de abril de 2019, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho e Bruno Pires (ambos de GO)

Gols: Arthur Caíke aos 48 minutos do primeiro, Artur, aos 31, e Rogério, aos 38 minutos do segundo tempo (Bahia); Pedrinho aos 46 minutos do primeiro, e Clayson, aos 50 minutos do segundo tempo (Corinthians)

Cartões amarelos: Nino Paraíba (Bahia); Cássio, Boselli, Carlos, Fagner (Corinthians)

BAHIA: Anderson; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Gregore, Élton, Ramires (Nilton), Arthur Caíke (Rogério) e Artur; Fernandão (Gilberto)
Técnico: Roger Machado

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Pedro Henrique e Carlos; Ralf, Ramiro (Mateus Vital) e Sornoza (Jadson); Pedrinho (Vagner Love), Clayson e Boselli
Técnico: Fábio Carille

Mais Futebol