Topo

Futebol


Com VAR em ação, Ceará goleia CSA na estreia do Brasileirão 2019

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-04-28T18:02:26

28/04/2019 18h02

O Ceará estreou com vitória na Série A do Campeonato Brasileiro. Na tarde de hoje, no primeiro jogo sob o comando de Enderson Moreira, o time venceu o recém-promovido CSA no Castelão por 4 a 0, com dois gols de Ricardo Bueno, um de Leandro Carvalho e um de João Lucas.

A partida foi marcada pela interferência do VAR, que anulou um pênalti a favor do Ceará e ajudou o juiz a expulsar o goleiro João Carlos ainda no primeiro tempo.

Com o resultado, o Ceará assume a liderança do torneio ao lado do Palmeiras, que goleou o Fortaleza e também soma quatro gols marcados. O próximo compromisso do time de Fortaleza será contra o Cruzeiro, quarta-feira, no Mineirão. Já o CSA receberá o Palmeiras no Rei Pelé.

Os melhores: Ricardo Bueno e Samuel Xavier

Diante da defesa fechada do CSA, o Ceará apostou em atacar pelos flancos. Do lado esquerdo do ataque, Apodi conseguiu anular Carli, mas do lado direito Samuel Xavier ganhou quase todas em cima de Carlinhos, levando velocidade e cruzando com perigo. O lateral deu assistência para o gol de Leandro Carvalho e poderia ter feito o seu em contra-ataque, mas foi parado com carrinho pelo goleiro João Carlos. Ricardo Bueno também está entre os melhores, com dois gols marcados e participação nas principais jogadas de perigo.

Os piores: João Carlos e Matheus Sávio

A situação do CSA já estava ruim com 11 em campo. Ainda no primeiro tempo, o goleiro fez uma falta dura para parar contra-ataque de Samuel Xavier e acabou expulso, complicando ainda mais a vida do time de Alagoas. O meia Matheus Sávio também esteve bem apagado.

VAR em ação três vezes

Usado pela primeira vez no Brasileiro, o árbitro de vídeo foi acionado duas vezes no Castelão. Aos 38 do primeiro tempo, Carlinhos derrubou Leandro Carvalho e o juiz marcou pênalti, mas decidiu rever o lance no vídeo e voltou atrás. Nos acréscimos, João Carlos matou jogada de Samuel Xavier com carrinho e levou amarelo, mas após a revisão, o árbitro entendeu que a entrada merecia um cartão vermelho. No final, o juiz chamou o VAR para confirmar o segundo gol de Ricardo Bueno.

Ceará mostra superioridade desde o início

O time de Fortaleza não teve dificuldade para se impor diante do CSA. Começou pressionando a saída do CSA em busca de espaços, enquanto os visitantes trocavam passes pacientemente no campo de defesa. A primeira chance foi de Ricardinho, que aproveitou rebote de João Carlos e obrigou Didira a salvar com um voleio em cima da linha. O CSA respondeu com cruzamento de Apodi para Patrick Fabiano, mas ele errou o cabeceio.

CSA tenta sair para o jogo e paga o preço

Depois de tentar se fechar nos primeiros dez minutos de jogo, o CSA criou coragem e começou a tentar sair para o jogo. Porém, sofreu com a bola parada: Ricardinho bateu escanteio curto, Samuel Xavier cruzou na área e Ricardo Bueno cabeceou para o gol. Depois do gol, o Ceará diminuiu o ritmo, mas conseguiu fazer o segundo em um contra-ataque rápido e mortal de Leandro Carvalho.

Mesmo com um a mais, Ceará cria pouco

Dois gols atrás no placar e um a menos em campo, o CSA recuou ainda mais, mas o Ceará não conseguiu criar oportunidades. Com muitos erros do atacante Chico, o time preferiu esfriar o jogo, trocando passes à espera de espaços.

Brilha a estrela de João Lucas

Parecia que a bruxa estava à solta no Castelão. Patrick Fabiano se machucou e deixou o campo de maca, e Cassiano entrou bem. Pouco depois, Carleto também sentiu dores e deu lugar a João Lucas. Na primeira vez em que tocou na bola, o garoto aproveitou jogada de Bergson e Ricardo Bueno e fez o terceiro do Ceará.

Que é isso, Ricardo Bueno?

Autor do primeiro gol, Ricardo Bueno protagonizou dois lances estranhos na etapa complementar. Entrou no caminho de uma bola batida por Carleto e acabou servindo de zagueiro para o CSA. Depois, chutou uma bola na trave, e no rebote, Sobral mandou para a rede, mas o assistente assinalou impedimento. Até que, nos minutos finais, fez mais um. O árbitro chamou o VAR, mas acabo validando o gol. Já são nove gols dele na temporada.

Juninho fica fora do jogo

A ausência de Juninho na lista de relacionados chamou atenção. O jogador treinou com o restante do elenco durante toda a semana, mas nem sequer ficou no banco de reservas. O Ceará não explicou o motivo.

Estreia de Enderson Moreira

Foi a estreia do técnico Enderson Moreira, que assumiu o comando do Ceará depois que Lisca foi demitido por ter perdido a final do Cearense para o Fortaleza de Ceni. Muito superior tecnicamente em relação ao CSA, o time apostou nos contra-ataques rápidos pelas laterais e venceu com facilidade. A expectativa é fazer uma temporada melhor que 2018, quando terminou o torneio na 15ª posição, com 44 pontos.

CSA de volta à elite após 31 anos

Apesar da derrota, o jogo marcou o retorno do CSA à primeira divisão após 31 anos. O time surpreendeu nos últimos anos, conquistando três acessos em três anos para chegar à Série A, e reforçou o elenco com boas contratações, com o lateral Apodi.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 4 X 0 CSA

Data e hora: 28 de abril de 2019, domingo, às 16h (de Brasília)
Local: Arena Castelão, em Fortaleza
Motivo: 1ª rodada do Campeonato Brasileiro
Árbitro: Adriano Milczvski (PR)
Assistentes: Rafael Trombeta (PR) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)
Público: 12.550 torcedores
Renda: R$ 107.024,00
Cartões amarelos: -
Cartões vermelhos: João Carlos
Gols: Ricardo Bueno, aos 19' do primeiro e aos 46' do segundo tempo; Leandro Carvalho, aos 33' do primeiro tempo; João Lucas, aos 35' do segundo tempo.

CEARÁ: Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Thiago Carleto (João Lucas); Fabinho, Auremir e Ricardinho (Fernando Sobral); Chico, Ricardo Bueno e Leandro Carvalho (Bergson). Técnico: Enderson Moreira

CSA: João Carlos; Apodi, Gerson, Luciano Castán e Carlinhos; Dawhan, Bruno Ramires, Didira (Madson), Mathes Savio e Robinho (Jordi); Patrick Fabiano (Cassiano). Técnico: Marcelo Cabo

Mais Futebol