Topo

Brasileirão - 2019


Santos vence Fluminense e iguala pontuação do líder São Paulo no Brasileiro

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

02/05/2019 21h10

O Santos venceu o Fluminense por 2 a 1 na noite de hoje, na Vila Belmiro, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Eduardo Sasha e Carlos Sánchez, para o time paulista, e Pedro, para os cariocas.

Com a vitória, o Peixe chegou a seis pontos e alcançou os líderes São Paulo e Atlético-MG, que têm a mesma pontuação, mas fica atrás do rival paulista no saldo de gols. Já o Fluminense segue sem pontuar e está na zona do rebaixamento.

O próximo desafio da equipe de Jorge Sampaoli é fora de casa contra do CSA, em Maceió, no domingo, às 16h. O time treinado por Fernando Diniz, por sua vez, joga no mesmo dia, às 19h, contra o Grêmio, em Porto Alegre.

Santos começa com ímpeto, mas Flu assusta

O Santos começou o jogo empurrado por sua torcida dentro da Vila Belmiro e com mais volume de jogo. No entanto, foi o Fluminense quem levou perigo primeiro. Gilberto recebeu na direita do ataque, passou por Jorge e bateu cruzado para o meio da área. Luciano pegou do outro lado, já dentro da pequena área, mas bateu para fora.

Peixe domina, mas leva pouco perigo

Com a marcação bastante adiantada, o Santos conseguia interceptar as linhas de passe do Fluminense constantemente. Mesmo assim, levava pouco perigo ao gol de Rodolfo pelo volume de jogo. Na melhor chance, Sánchez jogou na área, Gustavo Henrique cabeceou firme, e o goleiro espalmou. No rebote, Rodrygo bateu mascado para o meio da área, e Veríssimo tentou uma bicicleta que foi por cima do gol.

Sampaoli muda, time demora, mas abre o placar

O Santos voltou para o segundo tempo com Victor Ferraz na vaga de Felipe Aguilar, saindo dos três zagueiros e voltando para uma linha de quatro na defesa. No entanto, a formação não deu resultado, e o Peixe não conseguia atacar o Flumimense. Perto dos 10 minutos, o argentino tirou Jean Mota e colocou Jean Lucas, e o Santos melhorou. Em jogada pela direita com Rodrygo, o alvinegro finalmente abriu o placar. O camisa 11 chutou rasteiro para o meio da área, a zaga do Flu cortou mal, e Sasha, de frente, bateu de primeira. A bola tocou no travessão e foi para dentro da meta.

Pituca acerta trave e Sánchez amplia para o Santos

Em uma das várias roubadas de bola do Santos ainda no campo ofensivo, Sánchez pegou na direita, trouxe para o meio e tocou para Sasha. De costas para o gol, ele fez o pivô ajeitando para Pituca soltar o canudo da entrada da área, e a bola explodiu na trave. No rebote, o uruguaio, que tinha iniciado a jogada, apareceu para completar meio de coxa para o gol e fazer 2 a 0.

Marca do artilheiro: Pedro diminui para o Flu

O Santos diminuiu o ritmo depois de abrir 2 a 0, e o Fluminense não perdoou. Em jogada pela esquerda, Everaldo viu Pedro sozinho no segundo pau e cruzou para ele. O camisa 9 do Flu chegou inteiro para a bola e cabeceou firme, sem chances para o goleiro Vanderlei para diminuir a contagem. Foi o primeiro gol do centroavante desde que ele se recuperou da lesão ligamentar no joelho direito.

O melhor: Carlos Sánchez

O uruguaio fez de tudo na Vila Belmiro. Escalado para atuar como um meia recuado pela direita, Sánchez marcou, criou e atacou. Ainda melhorou na segunda etapa, quando Victor Ferraz entrou pela direita e lhe deu mais liberdade. Com passes precisos e muito vigor físico para correr o jogo todo, o meio-campista foi coroado com o segundo gol do jogo.

O pior: Jean Mota

Atuando no sacrifício, ainda com dores no joelho direito, o meia claramente não estava à vontade. Ele sumiu do jogo desde o começo e pouco pegou na bola. A criação de jogadas ficou comprometida e só foi melhorar após a entrada de Jean Lucas justamente na vaga do camisa 41 no início da segunda etapa.
FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 x 1 FLUMINENSE

Data: 2 de maio de 2019 (quinta-feira)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Bruno Raphael Pires (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Gols: Eduardo Sasha, para o Santos aos 19 minutos do segundo tempo, e Sánchez, para o Santos aos 29 minutos do segundo tempo; Pedro, para o Fluminense aos 39 minutos do segundo tempo.
Amarelos: Airton e Allan, do Fluminense; Rodrygo, Soteldo e Diego Pituca, do Santos

SANTOS: Vanderlei; Gustavo Henrique, Felipe Aguilar (Victor Ferraz) e Lucas Veríssimo; Jorge, Diego Pituca, Jean Mota (Jean Lucas) e Sánchez (Cueva); Soteldo, Rodrygo e Eduardo Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli.

FLUMINENSE: Rodolfo; Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Caio Henrique; Airton (Pedro), Bruno Silva e Allan (Pablo Dyego); Everaldo, Yony (Léo Artur) e Luciano. Técnico: Fernando Diniz