Topo

Mesmo sem jogar, goleiro do São Paulo deve ser comprado por time inglês

Divulgação
Imagem: Divulgação

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

15/05/2019 12h46

A convocação para a seleção brasileira olímpica, confirmada na tarde de hoje, reforça as chances de Lucas Perri ser vendido pelo São Paulo ao Crystal Palace, da Inglaterra. O time inglês já havia sinalizado ao Tricolor que gostaria de ficar de vez com o goleiro e deve acelerar o processo de compra. A transação definitiva pode ser selada ainda neste mês.

Perri assinou por empréstimo somente até o fim desta temporada do Campeonato Inglês com o Palace. O contrato já deixou preço fixado de compra para os ingleses ficarem com o garoto formado em Cotia, mas com uma variação de valores de acordo com a data da conclusão da compra. Se a transferência acontecer em maio, na primeira data pré-estabelecida, será necessário pagar 4,5 milhões de euros (cerca de R$ 20,1 milhões) ao São Paulo.

Também ficou acertado que o Tricolor Paulista ficaria com 20% dos direitos econômicos de Perri em caso de venda. Essa estratégia tem sido comum no clube do Morumbi e ajudou a render mais dinheiro em transações futuras como aconteceu na ida de Militão para o Real Madrid e também pode acontecer com David Neres, alvo do Paris Saint-Germain.

Curiosamente, o Palace decidiu investir em Perri mesmo que o garoto de 21 anos não tenha sequer sido relacionado para jogos da equipe profissional. O brasileiro treina com o time principal, mas mantém o ritmo atuando pela equipe sub-23. Ainda assim conseguiu chamar a atenção dos ingleses pelo potencial e pela postura no dia a dia.

Neste ano, o São Paulo já arrecadou cerca de R$ 56 milhões em vendas ou bônus gerados por negociações interiores. A meta inicial para a temporada, prevista pelo departamento financeiro, era chegar a R$ 120 milhões. Com a provável negociação de Perri, o número chegaria a R$ 76,1 milhões. E pode crescer em caso de uma saída de Neres do Ajax, já que o Tricolor terá direito a 23% do valor de uma transação.