Topo

Vasco prepara a barca e pode cortar até dez atletas a pedido de Luxemburgo

Técnico Vanderlei Luxemburgo que trabalhar com um elenco mais reduzido no Vasco - Rafael Ribeiro / Vasco.com.br
Técnico Vanderlei Luxemburgo que trabalhar com um elenco mais reduzido no Vasco Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco.com.br

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

23/05/2019 04h00

São mais de 40 jogadores no elenco, entre os fixos no dia a dia e alguns jovens que transitam entre o profissional e o sub-20. Com um grupo inchado, o técnico Vanderlei Luxemburgo deseja tê-lo mais reduzido e o Vasco já prepara sua barca para zarpar até a parada para a Copa América.

O primeiro que está encaminhado para deixar o clube por empréstimo até o fim deste ano é o volante Willian Maranhão, que em breve deverá ser anunciado pelo América-MG, que disputa a Série B.

Outros nomes como o atacante Ribamar, o volante Bruno Silva e o goleiro Gabriel Félix também podem ser negociados a qualquer momento. O trio caiu em descrédito com a torcida e tem sido pouco utilizado.

Há mais atletas que poderão ser incluídos em transações, já que a ideia de Luxemburgo é trabalhar com um número entre 30 a 35 jogadores e estão previstas as chegadas de até cinco reforços para o período de recesso na Copa América. Na matemática do treinador, até dez nomes do grupo atual podem ser dispensados.

39 jogadores foram utilizados e três já saíram

Desde o início da temporada, 39 jogadores foram utilizados pelo Vasco. Três deles, porém, já deixaram São Januário. São eles: o meia Thiago Galhardo (Ceará), o volante Marcelo Mattos (sem clube) e o atacante Rildo (Chapecoense).

Alguns atletas só entraram em campo uma vez e depois foram "esquecidos". Sâo eles: o goleiro Gabriel Félix; os zagueiro Kainandro, Miranda e Oswaldo Henríquez; o lateral direito Rafael França e o volante Rodrigo Fernandes, além de Rildo e Marcelo Mattos.

O jogador mais utilizado pelo Vasco até aqui foi o volante Lucas Mineiro, com 27 partidas, seguido por Marrony (26), Danilo Barcelos (24), Werley (24) e Yago Pikachu (24).

Clube vai atrás do "bom, bonito e barato"

Luxemburgo quer até cinco reforços, mas dada a situação financeira e a política de austeridade, o Vasco não poderá fazer grandes investimentos no mercado da bola. A ideia é conseguir jogadores ao melhor estilo "bom, bonito e barato", que cheguem para resolver sem que onerem os cofres do clube.