Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

'Barca de estrangeiros' pode deixar o Corinthians neste meio do ano

Araos e Romero (ambos com coletes) vivem baixa no Corinthians e devem respirar novos ares no segundo semestre - Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Araos e Romero (ambos com coletes) vivem baixa no Corinthians e devem respirar novos ares no segundo semestre Imagem: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

07/06/2019 04h00

Três estrangeiros pouco ou não utilizados por Fábio Carille neste semestre podem deixar o Corinthians em algumas semanas. O elenco de 36 jogadores ainda é considerado grande pela comissão técnica e saídas são quase uma certeza. Dentre elas, Ángel Romero vai se despedir do clube de certa forma pela "porta dos fundos"; Ángelo Araos pode ser emprestado; e Sergio Díaz corre riscos de ser devolvido ao Real Madrid.

A situação de Romero é a menos surpreendente, pois se arrasta desde o início de 2019. Apesar de ter história com a camisa corintiana e ser artilheiro da Arena, com 27 gols, o paraguaio entrou em rota de colisão com a diretoria durante as negociações de renovação de contrato. Sem acordo, acabou afastado no elenco e até treina com os companheiros, mas está há seis meses vetado de jogar. Atualmente participa de amistosos da seleção paraguaia, mas ficou fora da lista da Copa América. O vínculo do atacante termina em julho.

Já Ángelo Araos e Sergio Díaz têm futuro um tanto quanto indefinido. O meio-campista está disputando o Torneio de Toulon com a seleção chilena, o que pode vir a lhe servir de vitrine. Ele soma apenas 117 minutos em campo em 2019 e não joga pelo Corinthians há quatro meses, de modo que a comissão técnica não se opõe a um empréstimo do jogador.

Araos é visto com potencial e tratado com muito cuidado, pois chegou custando R$ 16,6 milhões no ano passado. O Corinthians está disposto a ouvir propostas, de preferência de clubes brasileiros, para que o chileno possa se adaptar ao futebol brasileiro e voltar mais maduro em 2020.

Sergio Díaz, por sua vez, não parece ter futuro no Alvinegro. Contratado por empréstimo junto ao Real Madrid, ele sofreu com lesões e teve seis meses de total discrição no ano passado. Nesta temporada chegou até a ser elogiado publicamente por Carille e saiu do banco em duas ocasiões, mas ficou nisso. Já são três meses e meio sem entrar em campo, o que faz o Corinthians cogitar até devolvê-lo antes do tempo. O contrato temporário vale até dezembro, mas não está descartado um retorno de Díaz à Espanha nas próximas semanas.

Se Araos, Díaz e Romero estão em baixa, os demais estrangeiros do Corinthians têm um pouco mais de prestígio. Sornoza é o principal garçom do time nesta temporada, com dez assistências; o zagueiro Bruno Méndez ainda não estreou por opção de planejamento da comissão técnica, mas fica desimpedido para jogar a partir do segundo semestre; já Mauro Boselli segue como alternativa para o ataque, ainda que tenha ficado para trás na disputa com Vagner Love e Gustavo.

A saída de jogadores é vista como uma etapa natural do 2019 do Corinthians, tendo importância esportiva e financeira. Do elenco que começou o ano já foram emprestados Léo Santos, Thiaguinho, Fabrício Oya, Marquinhos, André Luis e Gustavo Silva.