Topo

Flamengo volta com mudanças no departamento de futebol e de olho no mercado

Jorge Jesus conversa com elenco ao lado do vice-presidente de futebol Marcos Braz - Foto:Alexandre Vidal / Flamengo
Jorge Jesus conversa com elenco ao lado do vice-presidente de futebol Marcos Braz Imagem: Foto:Alexandre Vidal / Flamengo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

21/06/2019 04h00

Os peculiares pedidos do técnico Jorge Jesus não foram as únicas novidades na reapresentação do elenco do Flamengo, que aconteceu ontem (20). O Rubro-Negro voltou aos trabalhos com mudanças no departamento de futebol, comissão técnica e de olho no mercado, em busca de reforços.

Na direção do futebol, assumiu Bruno Spindel, que já estava no clube, mas como "negociador". Carlos Noval, que era diretor de futebol, permanece respondendo à vice-presidência de futebol, mas passa a ser o responsável pela transição dos jogadores das categorias de base para o profissional, fazendo um trabalho junto à comissão técnica, com o acompanhamento de treinos e análises de indicativos de evolução. Desta forma, Léo Inácio, que fazia tal função, pode deixar o Flamengo.

Foto:Alexandre Vidal / Flamengo
Imagem: Foto:Alexandre Vidal / Flamengo

Jorge Jesus trouxe alguns profissionais para trabalhar na comissão técnica e, com isso, alguns nomes devem se despedir nos próximos dias. A situação de Marcelo Salles, que foi técnico interino após a saída de Abel Braga, ainda é analisada. A tendência é que saiam cerca de oito profissionais.

Olho no mercado

O Flamengo vendeu o volante Jean Lucas ao Lyon, da França, por cerca de R$ 34 milhões - clube tinha direito a 80%, ou seja, ganhará aproximadamente R$ 27,7 milhões. Uma curiosidade é que o jogador foi envolvido na negociação que levou Bruno Henrique ao Rubro-Negro, que fez o clube carioca desembolsar de R$ 23 milhões ao Peixe. A equação final, então, gerou lucro ao clube da Gávea.

Além disso, o Rubro-Negro deve receber uma quantia pelo empréstimo de Matheus Savio ao Kashiwa Reysol, do Japão.

Desta forma, a diretoria deve ir ao mercado em busca de reforços que atendam aos perfis pedidos pelo técnico Jorge Jesus. A ideia é que um zagueiro e um volante possam chegar em breve, além de haver a análise por um lateral-esquerdo.