Topo

D'Alessandro e dirigentes do Inter são absolvidos em julgamento no STJD

D
D'Alessandro, do Internacional, recebe cartão vermelho durante partida contra o Palmeiras pela Copa do Brasil Imagem: Jeferson Guareze/AGIF

Do UOL, em Porto Alegre

09/08/2019 14h05

O meia D'Alessandro e três dirigentes do Internacional foram absolvidos no julgamento realizado na manhã de hoje (9), no STJD. O gringo, portanto, poderá participar do jogo de volta contra o Cruzeiro pela fase semifinal da Copa do Brasil.

O julgamento ocorreu em razão das confusões ocorridas no jogo de volta das quartas de final contra o Palmeiras, no Beira-Rio. D'Ale, o presidente Marcelo Medeiros, o vice de futebol Roberto Melo e o diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano não pegaram qualquer punição.

Já o atacante Pedro Lucas, também denunciado pelo comportamento no fim do jogo, pegou três partidas de gancho.

O assessor de imprensa Rafael Antoniutti, flagrado em um vídeo transtornado com as decisões da equipe de arbitragem, foi punido com 30 dias de suspensão.

O gandula Santiago Aguirre Divan foi suspenso por 30 dias. E o Internacional levou uma multa de R$ 3 mil.