Topo

Palmeiras vê Artur brilhar no Bahia, mas ainda não fala em retorno

Artur corre atrás da bola na partida entre Bahia e São Paulo pela Copa do Brasil - Jhony Pinho/AGIF
Artur corre atrás da bola na partida entre Bahia e São Paulo pela Copa do Brasil Imagem: Jhony Pinho/AGIF

Bruno Grossi, Leandro Miranda e Marcello de Vico

Do UOL, em São Paulo e Santos

09/08/2019 04h00

O Bahia tem chamado a atenção em 2019 pelos resultados expressivos alcançados no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil. E essa campanha elogiável passa muito pelas atuações de Artur, atacante emprestado pelo Palmeiras para esta temporada. Só que esse sucesso do jogador pelo Tricolor de Aço não garante uma volta ao Verdão em 2020.

A reportagem do UOL Esporte apurou que a diretoria do Palmeiras ainda não deu nenhum passo sobre o futuro de Artur. Em tese, o garoto de 21 anos retorna ao clube alviverde em janeiro. Mas o bom desempenho no Bahia já tem feito com que equipes do exterior e rivais brasileiros façam consultas ao estafe do atleta.

Por isso, há uma expectativa de que o Palmeiras se antecipe a esses movimentos, para valorizar e segurar um jogador promissor. Os dirigentes, no entanto, acreditam que ainda é muito cedo para tomar qualquer decisão sobre o caso. O Bahia, que sonha em mantê-lo por mais tempo, depende do posicionamento palmeirense e também sabe que o tema ainda se arrastará por mais tempo.

A temporada de Artur é boa. Em 37 jogos disputados no empréstimo, marcou seis gols e deu nove assistências. No Brasileirão, são três bolas nas redes e um passe para gol em 12 partidas. O jovem ficou ainda mais evidência em duelos de maior peso, como contra o São Paulo na Copa do Brasil e contra o Flamengo na Série A.

Artur já havia se destacado pelo Londrina na Série B de 2017, quando fez oito gols em 39 partidas. No ano passado, voltou ao Palmeiras em busca de mais chances, mas só atuou sete vezes na equipe principal e chegou a ser usado na base em outras ocasiões. A falta de chances para a revelação no próprio clube é frequentemente alvo de reclamações da torcida.

Uma grande chance de provação para Artur seria enfrentar o próprio Palmeiras no duelo das 16h deste domingo, no Allianz Parque. O problema é que o empréstimo ao Bahia o impede de encarar a ex-equipe. O mesmo acontece com outros palmeirenses cedidos aos baianos: o zagueiro Juninho e o meia Alejandro Guerra.